Busca avançada
Ano de início
Entree


Estudo teórico-experimental da ligação pilar-fundação por meio de cálice em estruturas de concreto pré-moldado

Texto completo
Autor(es):
Canha, Rejane Martins Fernandes
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Carlos. [2004]. xiv,279 f., gráficos, ilustrações, tabelas.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Escola de Engenharia de São Carlos
Data de defesa:
Membros da banca:
El Debs, Mounir Khalil; Corrêa, Marcio Roberto Silva; Hanai, João Bento de; Shehata, Ibrahin Abd El Malik; Migliore Junior, Angelo Rubens
Orientador: El Debs, Mounir Khalil
Área do conhecimento: Engenharias - Engenharia Civil
Indexada em: Banco de Dados Bibliográficos da USP-DEDALUS; Biblioteca Digital de Teses e Dissertações - USP
Localização: Universidade de São Paulo. Biblioteca da Escola de Engenharia de São Carlos; EESC/TESE
Resumo

Este trabalho apresenta uma análise teórico-experimental da ligação pilar-fundação por meio de cálice em estruturas de concreto pré-moldado, com ênfase no colarinho. No programa experimental, foram ensaiados cinco protótipos sob força normal com grande excentricidade, variando-se o tipo e condição de interface: três com interface lisa, onde em dois foi eliminada a adesão para representar a situação mais adequada de projeto; e dois com interface rugosa, com duas configurações diferentes de chaves de cisalhamento. Foram realizadas simulações numéricas pelo Método dos Elementos Finitos nos modelos lisos sem adesão, com as não-linearidades física e de contato, e nos cálices rugosos, considerando-se a não-linearidade física e a aderência perfeita das interfaces. Os resultados experimentais indicaram a necessidade de se reavaliar os principais métodos de projeto para essa ligação. Desta forma, foi proposto, para o cálice liso, um modelo de projeto considerando o atrito entre as interfaces e o cálculo das paredes longitudinais como consolos. Já para o cálice com interface rugosa, como foi verificada a proximidade do comportamento dos modelos físicos rugosos com uma ligação monolítica, recomendou-se o dimensionamento de suas armaduras verticais, admitindo a transferência total dos esforços, e das armaduras horizontais superiores também com o funcionamento das paredes longitudinais como consolos. Os modelos numéricos apresentaram uma boa convergência e semelhanças na fissuração e no caminho de tensões em relação aos protótipos físicos, apesar das deformações terem sido menores que as observadas experimentalmente. (AU)

Processo FAPESP: 00/07349-9 - Estudo teórico-experimental da ligação pilar-fundação por meio de cálice em estruturas de concreto pré-moldado
Beneficiário:Rejane Martins Fernandes Canha
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado