Busca avançada
Ano de início
Entree


A cerâmica geométrica da Ática (1100 - 700 a.C.): Tradição e Inovação

Texto completo
Autor(es):
Francisco de Assis Sabadini
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Museu de Arqueologia e Etnologia
Data de defesa:
Membros da banca:
Haiganuch Sarian; Maria Isabel D'Agostino Fleming; Gilberto da Silva Francisco
Orientador: Haiganuch Sarian
Resumo

Entre os séculos XVI e XI a.C., a Grécia continental foi palco do domínio micênico e manteve certa homogeneidade no campo político e cultural. Com a onda de destruições que afetaram o mundo micênico do século XIII a.C. em diante, deu-se a queda progressiva desse sistema social, político e cultural. Se, por um lado, o fenômeno corrompe as estruturas da tradição antiga, por outro, estabelece o princípio do Período do Ferro. É no resultado deste processo bilateral que esta dissertação se concentra, pois tendo como fonte a cerâmica ática produzida entre 1100 e 700 a.C., busca-se compreender e delinear esse processo. Dentro da concepção aqui presente de mudança cultural, acredita-se que exista a manutenção, em maior ou menor grau, de certos cânones socioculturais, bem como o seu oposto: as modificações e inovações. A cerâmica tem lugar nessa conjuntura devido a sua característica em reter uma parte das impressões valorativas, estéticas e culturais da sociedade que a produziu. Esta proposta se limita a análise de vasos de cerâmica produzidos na Ática durante o final do Período Micênico (Submicênico), Protogeométrico e Geométrico, de forma a salientar o fio condutor da tradição entre os estilos cerâmicos dos respectivos períodos, e também identificar onde se encontram as inovações. (AU)

Processo FAPESP: 13/24957-2 - A cerâmica geométrica da Ática (1100-700 a.C): tradição e inovação
Beneficiário:Francisco de Assis Sabadini
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado