Busca avançada
Ano de início
Entree


A arquitetônica da divulgação científica nos enunciados das Conferências Populares da Glória (Séc. XIX)

Texto completo
Autor(es):
Urbano Cavalcante da Silva Filho
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Data de defesa:
Membros da banca:
Sheila Vieira de Camargo Grillo; Elisabeth Brait; Luiz Rosalvo Costa; Irene de Araujo Machado; Vânia Lúcia Menezes Torga
Orientador: Sheila Vieira de Camargo Grillo
Resumo

A presente pesquisa tem como objetivo identificar, descrever e analisar a arquitetônica da divulgação científica materializada nos enunciados concretos das Conferências Populares da Glória, atividade representativa e de grande impacto da produção de divulgação da ciência do/no século XIX no Brasil. O pressuposto teórico que sustenta a investigação são as reflexões de Bakhtin e o Círculo, principalmente as elaborações sobre os conceitos de arquitetônica, esfera, gênero discursivo, entoação avaliativa, relações dialógicas, responsividade, ato ético, autoria, heterodiscurso, entre outros, com a finalidade de compreender como a arquitetônica dessa atividade é construída, a partir da articulação entre forma, material e conteúdo no confronto entre centros de valor na ordenação da unidade de sentido do seu discurso. Trata-se de um trabalho ancorado na Metalinguística bakhtiniana, o que nos fez levar em consideração a relação que os enunciados das conferências estabelecem com os horizontes ideológicos e sociais aos quais eles se inscrevem e com as condições concretas da existência e da vida dos discursos. Por meio dessa lupa teórico-metodológica, compreendemos a divulgação científica como resultado do diálogo entre diferentes esferas ideológicas, sobretudo as esferas científica e educacional. Assim, a partir de uma análise das singularidades da materialidade linguística semiotizada nos enunciados concretos dessas conferências, defendemos a tese de que sua arquitetônica é alicerçada sobre dois eixos nucleares: ciência e educação, os quais denominamos pilares arquitetônicos \'científico\' e \'educacional\'. Nesse caso, essas duas esferas e seus discursos são basilares para a \"arquitetura\" dessa arquitetônica, ao perseguirem o ideal de levar o país a um patamar de desenvolvimento, modernidade e civilização aos moldes dos países europeus e os Estados Unidos, por exemplo. A pesquisa resultou na presente tese assim estruturada: na primeira parte, há uma apresentação e discussão dos pressupostos teórico-metodológicos da pesquisa; na segunda parte, há uma contextualização sócio-histórica das atividades de divulgação científica no Brasil no século XIX, com destaque para as Conferências Populares da Glória (nosso corpus de pesquisa); finalizando, na terceira parte, com as análises das conferências sobre ciência e educação, que defendemos ser os pilares arquitetônicos sustentadores do projeto político-ideológico e discursivo das Conferências Populares da Glória. (AU)

Processo FAPESP: 14/09509-6 - A arquitetônica da divulgação científica nas Conferências Populares da Glória (séc. XIX)
Beneficiário:Urbano Cavalcante da Silva Filho
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado