Busca avançada
Ano de início
Entree


Estrutura da comunidade de Serpentes da Região da Fazenda Etá

Texto completo
Autor(es):
Bruno Ferreto Fiorillo
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas.
Data de defesa:
Membros da banca:
Ricardo Janini Sawaya; Fausto Errito Barbo
Orientador: Otavio Augusto Vuolo Marques
Resumo

Os processos que regulam a riqueza e a composição de espécies em diferentes comunidades têm sido cada vez mais abordados em ecologia e, atualmente, graças a um número razoável de estudos sobre a ecologia e história natural de comunidades de serpentes disponíveis na literatura, tornou-se mais fácil formular hipóteses sobre como esses processos moldaram as comunidades desse grupo. No presente estudo a, localidade da Fazenda Etá (24,30264° S, 47,96106° W), localizada no município de Sete Barras, São Paulo, sudeste do Brasil, foi amostrada entre abril de 2013 e março de 2014, onde nós realizamos amostragens mensais de 2 semanas, utilizando diferentes metodologias que diferiram fortemente quanto à sua eficiência. Nós encontramos 17 espécies de serpentes (4 famílias, 14 gêneros) em campo e uma na segundo a literatura na área de estudo. As informações obtidas em campo permitiram comparar as diferentes fisionomias quanto à composição, riqueza e abundância e quanto ao uso dos recursos pelas espécies de serpentes. Também comparamos a comunidade da Fazenda Etá com outras comunidades de serpentes da Mata Atlântica, quanto à composição e riqueza de espécies. A comunidade apresentou composição e riqueza típicas das baixadas litorâneas do sudeste do Brasil, com diferenças nas abundâncias relativas entre as diferentes fisionomias. Além da clara influência da cobertura vegetal na diversidade de espécies, as variáveis climáticas, especialmente as temperaturas mínimas, tiveram influência em sua atividade. Analisando as características biológicas das espécies que compõem a comunidade em conjunto, ficou evidente que estas são filogeneticamente conservadas e, como em outras comunidades neotropicais, há uma grande sobreposição na utilização de recursos entre as espécies. A comparação entre as comunidades de serpentes ao longo de toda a Mata... (AU)

Processo FAPESP: 14/11855-0 - Ecologia e história natural de serpentes da Mata Atlântica na região de Sete Barras, sul do estado de São Paulo
Beneficiário:Bruno Ferreto Fiorillo
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado