Busca avançada
Ano de início
Entree


Efeito do fator de crescimento insulina símile I na infecção in vitro de macrófagos peritoneais de camundongos por Leishmania (L.) amazonensis

Texto completo
Autor(es):
Anderson Guilherme dos Santos Barssotti
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Data de defesa:
Membros da banca:
Hiro Goto; Roberto Mitsuyoshi Hiramoto
Orientador: Hiro Goto
Resumo

Na infecção por Leishmania a resposta imune se inicia logo após a inoculação de promastigotas no indivíduo. Nesse contexto vai haver a participação de diversos fatores da resposta imune inata que vai direcionar para uma resposta imune adaptativa responsável pela evolução da doença. Um desses fatores que participa dessa interação parasito-hospedeiro é o fator de crescimento insulina-símile I (IGF-I). Foi demonstrado que o IGF-I extrínseco favorece a proliferação do parasito e progressão da infecção. No entanto, IGF-I está presente constitutivamente em macrófagos. Neste trabalho avaliamos a expressão do IGF-I, o parasitismo e a produção de óxido nítrico em macrófagos murinos infectado por Leishmania (L.) amazonensis e o efeito da inibição de IGF-I no parasitismo após o silenciamento do IGF-I por RNA de interferência. Macrófagos peritoneiais foram infectados por 2 e 4 horas com promastigotas de L. (L.) amazonensis na presença de soro fetal bovino (SFB) 5% e Albumina de Soro Bovino 0,5% (BSA) na presença ou ausência de small-interfering RNA (siRNA) de IGF-I e lipossoma (Lipo). As células foram lavadas e mantidas depois em meio de cultura por 24, 48 e 72 h. Quando o recombinante para IGF-I foi adicionado separadamente durante a incubação inicial o parasitismo aumentou em relação ao controle. Quando o siRNA foi adicionado houve diminuição na expressão de IGF-I e consequentemente diminuição no parasitismo em relação ao controle. Os resultados obtidos sugerem um papel importante de IGF-I na infecção de macrófagos peritoneais de camundongos murinos por Leishmania (l.) amazonensis. (AU)

Processo FAPESP: 13/03668-2 - Efeito do fator de crescimento insulina símile I na infecção in vitro de macrófagos peritoneais de camundongos por Leishmania (L.) amazonensis
Beneficiário:Anderson Guilherme dos Santos Barssotti
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado