Busca avançada
Ano de início
Entree


Efeito da vaporização de toras e de madeira serrada na qualidade da secagem e na durabilidade biológica de hevea brasiliensis (Willd. ex Adr. de Juss.) Müll. Arg.

Texto completo
Autor(es):
Paula Lúcia Martins Rodrigues
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agronômicas (Campus de Botucatu).
Data de defesa:
Membros da banca:
Clauudio Angeli Sansígolo; Ricardo Jorge Klitzke
Orientador: Elias Taylor Durgante Severo; Fred Willians Calonego
Resumo

A madeira da seringueira (Hevea brasiliensis) ao final do ciclo produtivo do látex tem potencial para ser destinada a indústria moveleira. A vaporização de toras e a vaporização preliminar à secagem (pré-vaporização) são técnicas utilizadas para melhorar a qualidade da madeira. O presente estudo avaliou o efeito dessas técnicas em variáveis relacionadas à qualidade da madeira de seringueira, sendo essas variáveis: a taxa de secagem, os defeitos de secagem e a durabilidade biológica. Para tanto, foram utilizadas 18 árvores de seringueira, de cada qual foram retiradas 2 toras, totalizando 36 toras. Em um primeiro momento, 18 toras provenientes de 18 árvores foram submetidas à vaporização de toras, por 36 horas, a 100% de umidade relativa e a 90°C. Em seguida, todas as toras foram processadas mecanicamente e metade do número de tábuas foi submetida ao tratamento de pré-vaporização, por 3 horas, com 1 hora de aquecimento inicial e na condição de 90ºC, enquanto a outra metade foi mantida em seu estado original. Todas as tábuas tangenciais foram submetidas à secagem em estufa convencional, sendo que durante esse processo foi avaliada a taxa de secagem e em seguida foram avaliados os empenamentos e as rachaduras. Por fim, corpos de prova dos lenhos juvenil e adulto de seringueira, provenientes de cinco tábuas centrais de árvores diferentes, foram submetidos ao ensaio de apodrecimento acelerado denominado "soil-block" para avaliar a durabilidade da madeira ao fungo deteriorador Pycnoporus sanguineus. Os resultados mostraram que: (1) a vaporização de toras, a pré-vaporização e a combinação desses tratamentos não promoveram efeitos significativos na taxa de secagem da madeira de seringueira; (2) todos os níveis de vaporização não alteraram significativamente os índices de rachaduras e de empenamentos das tábuas durante a secagem; (3) a vaporização de toras, a ... (AU)

Processo FAPESP: 10/04164-0 - Efeito da vaporização de toras e de madeira serrada na qualidade da secagem e na durabilidade biológica de Hevea brasiliensis
Beneficiário:Paula Lúcia Martins Rodrigues
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado