Busca avançada
Ano de início
Entree


Estudo da resposta de mosquitos (Diptera:Culicidae) a diferentes tipos de criadouros e condições de fatores físico-químicos da água

Texto completo
Autor(es):
Amanda Alves Camargo
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Saúde Pública
Data de defesa:
Membros da banca:
Mauro Toledo Marrelli; Marylene de Brito Arduino; Regiane Maria Tironi de Menezes; Delsio Natal
Orientador: Mauro Toledo Marrelli
Resumo

A família dos culicídeos é diversa e possui muitas espécies com alta relevância epidemiológica e que transmitem os patógenos causadores de doenças como dengue, febre amarela e malária. Os imaturos se criam exclusivamente na água e nos mais diversos tipos de criadouros, podendo ser influenciados por fatores biológicos e fatores físico-químicos, que incluem pH, salinidade, condutividade, sólidos totais dissolvidos, entre outros. Entender as variações das condições dos criadouros é importante para entender e esclarecer como esses fatores agem no desenvolvimento dos imaturos, na sua fisiologia e nas relações interespecíficas, que influenciam o desenvolvimento larval e a sobrevivência dos mosquitos. Portanto, o objetivo principal desse trabalho foi investigar a influência de fatores físico-químicos e do tipo de criadouro sobre a ocorrência das espécies de culicídeos em dois remanescentes de Mata Atlântica no município de São Paulo. As coletas dos imaturos ocorreram em três diferentes pontos no Parque Estadual da Cantareira e quatro diferentes pontos na Área de Proteção Ambiental Capivari-Monos, remanescentes de Mata Atlântica inseridos na Grande São Paulo, durante vinte e sete meses para as coletas de diversidade geral e doze meses para as coletas de diversidade juntamente com fatores físico químicos da água. Os imaturos foram coletados em bromélias epífitas e de solo, bambus, poças d\'água no solo e em pedras, ocos de árvore, lagos e recipientes artificiais. As análises dos dados foram feitas através do cálculo do coeficiente de variação das variáveis para os tipos de criadouros, Análise Restrita de Proximidade (CAP), Análise de Correspondência Canônica (CCA) e boxplots sem outliers. Os resultados indicaram que há uma diferença estatisticamente significante na composição de espécies em função dos diferentes tipos de criadouros e que o pH possui influência sobre a ocorrência das espécies, tanto para a variável tipo de criadouro quanto para situações em que se retira essa variável. As espécies com importância epidemiológica coletadas foram: Aedes aegypti, Aedes albopictus, Anopheles cruzii, Haemagogus leucocelaenus, Psorophora ferox e Sabethes purpureus, com ocorrência das duas espécies de Aedes e Haemagogus no mesmo criadouro. Esses resultados são importantes para reforçar a necessidade do monitoramento de criadouros das espécies vetoras de patógenos e para um melhor entendimento da ecologia das espécies. (AU)

Processo FAPESP: 15/24279-0 - Estudo das variações nos padrões de diversidade de mosquitos (Diptera: Culicidae) e sua resposta a diferentes condições ambientais, climáticas e de parâmetros físicos e químicos da água de criadouros
Beneficiário:Amanda Alves Camargo
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado