Busca avançada
Ano de início
Entree


Transtornos de humor e de ansiedade na epilepsia de lobo temporal mesial : uma perspectiva clínica, laboratorial e morfológica

Texto completo
Autor(es):
Mateus Henrique Nogueira
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas
Data de defesa:
Resumo

Introdução: A associação entre a epilepsia de lobo temporal mesial (ELTM) e os transtornos psiquiátricos é complexa, e apesar de sua alta prevalência ainda permanece pouco entendida. Essa relação multifatorial envolve mecanismos neurobiológicos comuns, o efeito das drogas antiepilépticas (DAEs), experiências subjetivas, vulnerabilidade e o impacto social da epilepsia. Objetivo: Avaliar a prevalência dos transtornos de humor (TH), transtornos de ansiedade (TA) e formas subsindrômicas dos sintomas psiquiátricos em pacientes com ELTM e verificar uma possível relação entre a ocorrência dessas comorbidades psiquiátricas, a presença de uma resposta inflamatória e alterações morfológicas cerebrais. Métodos: Foram avaliados 194 pacientes com ELTM, sendo incluídos no estudo 160 pacientes e 67 controles. As etapas e análises da pesquisa foram divididas em três partes: avaliação psicológica, coleta de sangue e quantificação de citocinas e BDNF e aquisição e análise das imagens de ressonância magnética (RM). A avaliação psicológica foi realizada com a utilização da Entrevista Semiestruturada para o DSM-IV ¿ transtornos do eixo I (SCID-I), Inventário de depressão de Beck (BDI), Inventário de ansiedade de Beck (BAI), Inventário de depressão em transtornos neurológicos para a epilepsia (IDTN-E) e o Inventário disfórico interictal (IDDI). A quantificação das citocinas e do BDNF foi realizada através de um imunoensaio multiplex. As citocinas estudadas foram a IL-1?, IL-6, IL-8,IL-12 e TNF-? (pró-inflamatórias) e IL-4, IL-10, IL-13 (anti-inflamatórias). As técnicas de análise de imagem de RM utilizadas foram o FreeSurfer e a Imagem por Tensor de Difusão (DTI). Resultados: Os principais resultados observados foram uma alta prevalência de sintomas (51,9%) e transtornos psiquiátricos na ELTM, associações em relação à farmacorresistência ao tratamento medicamentoso da epilepsia e a coocorrência de transtornos de humor (TH) e ansiedade (TA) (odds ratio=2,36, IC 95% 1,24-4,48, p<0,01) e histórico familiar psiquiátrico (odds ratio=2,37, IC 95% 1,11-5,06, p<0,02). A falta de tratamento psicológico e/ou psiquiátrico foi observada em 43,4% dos pacientes com sintomas psiquiátricos. Não foram observados resultados significativos nas análises das citocinas, BDNF e das imagens de DTI. O grupo de pacientes com TH apresentou reduções na espessura cortical quando comparados com pacientes sem transtornos psiquiátricos no lobo temporal lateral direito (p=0,04), região frontal médio-rostral esquerda (p=0,04) e temporal média direita (p=0,04). Conclusão: A coocorrência dos TH e TA e um histórico familiar psiquiátrico foram associadas a farmacorresistência em pacientes com ELTM. Apesar da alta prevalência dos transtornos psiquiátricos na epilepsia, essas comorbidades continuam sendo subdiagnósticados em pacientes com epilepsia. Alterações morfológicas nas áreas temporais e frontais estão relacionadas a ocorrência dos TH na ELTM. Palavras-chave: Epilepsia de lobo temporal mesial, transtornos psiquiátricos, citocinas, inflamação, ressonância magnética, alterações morfológicas cerebrais (AU)

Processo FAPESP: 11/21818-6 - Transtornos de humor e de ansiedade na epilepsia: uma perspectiva clínica, laboratorial e morfológica
Beneficiário:Mateus Henrique Nogueira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado