Busca avançada
Ano de início
Entree


O efeito do histórico do fogo na fenologia reprodutiva e atributos de sementes e germinação em espécies de Cerrado

Texto completo
Autor(es):
Heloiza Lourenço Zirondi
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Rio Claro. 2019-07-03.
Instituição: Universidade Estadual Paulista (Unesp). Instituto de Biociências. Rio Claro
Data de defesa:
Orientador: Alessandra Fidelis; Mark Ooi
Resumo

No Cerrado, um dos fatores abióticos que influenciam na fenologia das plantas é o fogo, o qual é um distúrbio natural que interfere em diversos ecossistemas do mundo. O fogo altera as condições do habitat podendo afetar a floração, frutificação, atributos das sementes e germinação. Portanto, esse projeto visou compreender o efeito do fogo na fenologia reprodutiva e nos atributos de semente e germinação da comunidade do Cerrado. Para isso, foram realizadas a contagem do número de ramos (vegetativos e reprodutivos) por espécie, realizados em 30 subparcelas de 1x1m em áreas com diferentes históricos de fogo (C=6 anos sem queima e FB=recentemente queimada). Também foram marcados indivíduos de diferentes espécies dominantes em ambas as áreas. A comunidade e os indivíduos tiveram sua floração acompanhados a cada 15 dias durante 3 meses após a queima e então aos 6, 9 e 12 meses. Os seguintes atributos das sementes e germinação foram medidos: forma e peso da semente, teor de água, germinabilidade, tempo médio de germinação e sincronia. Nossos resultados mostraram que o fogo aumentou a floração nas áreas queimadas. Já nos primeiros 30 dias até 3 meses após a queima houve até 2 vezes mais espécies que floresceram nas áreas FB comparados a C. Também houve um aumento significativo na proporção de ramos reprodutivos aos 3 meses pós-fogo na comunidade, mostrando que a profusão reprodutiva ocorre nos primeiros meses após queima. Dentre as espécies da comunidade 66,39% podem ser consideradas estimuladas pelo fogo. Os atributos de semente e germinação foram afetados pela frequência de fogo, resultados mostraram que 67% das espécies apresentaram pelo menos uma de seus atributos de germinação alterados na área FB quando comparadas à área C. Algumas espécies mostraram um aumento e outras uma diminuição na germinação no FB. No entanto, a viabilidade foi menor e a germinação mais rápida nas sementes das áreas FB. Atributos das sementes (peso, forma e conteúdo de água) de oito espécies também diferiram entre as áreas. Dentre essas espécies, a maioria apresentava sementes menores com maior teor de água nas áreas FB em relação a C. Portanto, o fogo não somente altera a fenologia reprodutiva, principalmente, estimulando a floração e frutificação de muitas espécies como também a frequência de fogo pode levar a mudanças rápidas nos atributos de germinação e sementes. Isso fornece alguns indicativos sobre a evolução dos atributos das plantas do Cerrado frente ao fogo. (AU)

Processo FAPESP: 17/16149-4 - O efeito do fogo na fenologia, atributos de sementes e germinação de espécies de cerrado
Beneficiário:Heloiza Lourenço Zirondi
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado