Busca avançada
Ano de início
Entree


Análise de alguns aspectos de dinâmica florestal em uma área degradada no interior do parque estadual do Jurupará, Ibiúna, São Paulo.

Texto completo
Autor(es):
Silvana Cristina Pereira Muniz de Souza
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: Piracicaba.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Data de defesa:
Membros da banca:
Ricardo Ribeiro Rodrigues; Vera Lex Engel; Sergius Gandolfi
Orientador: Ricardo Ribeiro Rodrigues
Resumo

O presente trabalho teve como objetivo investigar a resiliência de uma área desflorestada há aproximadamente 20 anos, ocupada atualmente com pastagem e cultivo de Citrus sp. Essa resiliência foi avaliada através dos seguintes aspectos da dinâmica florestal: análise do banco de sementes, da chuva de sementes e de indivíduos jovens regenerantes. Este trabalho foi conduzido no Parque Estadual do Jurupará (23°51' S e 47°11' W), abrangendo os municípios paulistas de Ibiúna e Piedade, em uma região de transição entre a Floresta Ombrófila Densa e a Floresta Estacional Semidecidual. Foram alocadas três faixas de amostragem, cada uma com cinco parcelas aleatorizadas de 10 X 20 m, uma num trecho ocupado com um plantio abandonado de Citrus sp, adjacente ao remanescente florestal, e as restantes num trecho ocupado com pastagem, uma a 0-20 m e outra a 80-100 m de distância do remanescente florestal. Para a avaliação da chuva de sementes, foram lançados aleatoriamente em cada parcela três coletores de sementes circulares de 0,52 m de diâmetro, com coletas mensais das sementes depositadas. Para a avaliação do banco de sementes foram instalados em cada parcela, três subparcelas de 0,25 X 0,25 m, para coleta de solo até 0,05 m de profundidade em duas épocas distintas: estação chuvosa (janeiro/2001) e na estação seca (agosto/2001). Para a avaliação dos indivíduos jovens regenerantes, foram implantadas aleatoriamente 4 subparcelas de 0,5 X 0,5 m, nas quais foram realizadas três avaliações de todos os indivíduos arbustivos-arbóreos com altura entre 0,30 e 1,30 m. Na avaliação da chuva de sementes na área ocupada com o cultivo de Citrus sp, foi observada alta densidade de sementes autóctones de espécies arbustivo-arbóreas (Leandra sp. com 20.638,73 sem.m -2 e Tibouchina sp. com 12.681,85 sem.m -2 ) que ocupavam a área junto com aos indivíduos de Citrus sp. Na pastagem verificou-se a predominância de espécies ruderais, a densidade média das espécies arbustivo-arbóreas foi de 335,75 sem.m -2 , na pastagem próxima do remanescente florestal e de 577,58 sem.m -2 na pastagem distante do remanescente florestal. Na avaliação do banco de sementes no cultivo de Citrus sp, as espécies ruderais consistiram em 99,88% das espécies germinadas na estação chuvosa, e 99,73% na estação seca. Na pastagem, na estação chuvosa, para as duas distâncias, 100% das espécies germinadas eram espécies herbáceas tipicamente ruderais; na estação seca esta forma de vida predominou em 99,66% na área próxima ao remanescente florestal e 99,92% na área mais distante. No levantamento dos indivíduos jovens regenerantes, encontrou-se densidade 5,8 ind.m -2 na área de Citrus sp e de 1,2 ind.m -2 e 2,2 ind.m -2 na pastagem a 0-20 m e 80-100 m de distância do remanescente florestal, respectivamente. Apenas na chuva de sementes foram encontradas diferenças significativas entre a área de Citrus sp e a pastagem, para os demais aspectos analisados não foram encontradas diferenças significativas entre a área de Citrus sp e pastagem. Na pastagem, para todos os apectos analisados, não foram encontradas diferenças significativas entre as diferentes distâncias, rejeitando a hipótese de que a resiliência da pastagem estudada está inversamente relacionada com as distâncias do remanescente florestal nesse trabalho. (AU)

Processo FAPESP: 00/04175-0 - Análise de alguns aspectos de dinâmica florestal em uma área degradada no interior do Parque Estadual do Jurupara
Beneficiário:Silvana Cristina Pereira Muniz de Souza
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado