Busca avançada
Ano de início
Entree


Processos de formação de um depósito fossilífero em abismo na gruta Cuvieri (MG): taxonomia, tafonomia e distribuição espacial de fósseis de mamíferos do Pleistoceno

Texto completo
Autor(es):
Elver Luiz Mayer
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências
Data de defesa:
Membros da banca:
Walter Alves Neves; Herculano Marcos Ferraz de Alvarenga; Hussam El Dine Zaher
Orientador: Walter Alves Neves
Resumo

A ausência de informações sobre a fauna de mamíferos do Pleistoceno brasileiro que vão além de estudos taxonômicos/descritivos e a carência de escavações com um controle estratigráfico mínimo motivaram as intervenções nos depósitos da Gruta Cuvieri (Lagoa Santa, Minas Gerais, Brasil) aplicando-se um método de escavação refinado. Este método registrou em detalhe a distribuição espacial dos fósseis, bem como o contexto sedimentar em que estavam depositados, representando uma investida pioneira para a paleomastozoologia nacional. O objetivo deste trabalho foi caracterizar parte dos fósseis exumados de um dos depósitos escavados, um abismo denominado Locus 3, e compreender melhor os processos relacionados com a formação do pacote fossilífero. Para isso, o material fóssil foi analisado sob duas perspectivas: 1) como elementos esqueléticos, através da análise anatômica e taxonômica e 2) como bioclastos, através da análise tafonômica. Em ambos os casos também foram considerados aspectos da distribuição espacial dos fósseis. Os resultados da análise taxonômica indicaram a presença de 16 indivíduos de Tayassuidae, 9 de Cuniculus paca, 8 de Cervidae, 7 de Cuniculus major e 1 de Panthera onça. Considerando-se estes animais e aqueles identificados em outros trabalhos sobre o Locus 3, a variedade taxonômica representada neste babismo é pequena, indicando uma forte seleção dos grupos incorporados. Com relação ao peso corporal, verificou-se a presença de animais de pequeno, médio e grande porte, sugerindo pouca seleção para esta característica. De acordo com a distribuição espacial dos remanescentes de meso e megamamíferos, os últimos foram depositados apenas mais recentemente, indicando que o potencial para o aprisionamento de animais do Locus 3 tornou-se mais abrangente ao longo do tempo. Os resultados da análise tafonômica indicam que a formação do depósito fossilífero foi complexa, envolvendo processos cuja ação foi muitas vezes simultânea e sobreposta. Dentre os processos analizados, a fragmentação foi o mais intenso, agindo desde a necrólise das carcaças até depois do soterramento final do material. O pisoteio foi identificado como o principal agente de fragmentação do material, seguido pela queda de animais e de blocos de calcário e pela compactação da coluna sedimentar. O intemperismo foi o segundo fator mais importante na alteração das condições originais do material. Este fator modificou a superfície dos ossos de todo o pacote fossilífero, sugerindo que a taxa ii de sedimentação no Locus 3 foi baixa. A abrasão, outro fator analisado, teve uma contribuição modesta na alteração do material, ocorrendo principalmente na superfície e devido à ação da água, que por sua vez foi importante para o retrabalhamento do material. Carnívoros e roedores também tiveram uma pequena contribuição na formação do pacote fossilífero. A distribuição espacial das peças remontadas indica predominância da dispersão de ossos em superfície e em diferentes momentos da formação do pacote fossilífero. Além disso, as mudanças pós-deposicionais dos sedimentos foram importantes para a dispersão vertical de peças remontadas. Por último, a natureza confinada do abismo, a alta densidade de fósseis e a baixa taxa de sedimentação favoreceram a mistura vertical e horizontal de ossos/dentes de diferentes indivíduos e táxons. A complexidade identificada na formação do depósito tem implicações para o estudo de sítios em cavernas, especialmente no que diz respeito ao uso da associação espacial de fósseis para subsidiar interpretações deposicionais e paleoambientais. (AU)

Processo FAPESP: 09/03753-4 - Processos de formação de um depósito fossilífero em abismo na Gruta Cuvieri (MG): taxonomia, tafonomia e distribuição espacial de fósseis de mamíferos do Pleistoceno
Beneficiário:Elver Luiz Mayer
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado