Busca avançada
Ano de início
Entree


Influência da castração sobre o comportamento leucocitário e expressão de moléculas de adesão na microcirculação mesentérica de ratos.

Texto completo
Autor(es):
Fernando Paranaiba Filgueira
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Maria Helena Catelli de Carvalho; Maria Christina Werneck de Avellar; Maria Luiza Morais Barreto de Chaves
Orientador: Maria Helena Catelli de Carvalho
Resumo

A inflamação pode representar papel importante em doenças cardiovasculares. A testosterona exerce importantes efeitos sobre a função vascular, que se encontra alterada na hipertensão arterial, podendo contribuir assim, para possíveis alterações na resposta inflamatória. Neste estudo, avaliamos a influência da hipertensão e da castração sobre o comportamento leucocitário em vênulas pós-capilares do leito mesentérico de ratos espontaneamente hipertensos, investigando a participação das moléculas de adesão nesse processo. Nossos resultados demonstraram que a hipertensão interfere no comportamento leucocitário e que os andrógenos podem ter participação neste processo. O número de leucócitos circulantes e os parâmetros hemodinâmicos não estão envolvidos nessas alterações. Nos ratos hipertensos, o aumento da expressão das moléculas de adesão P-selectina, ICAM-1, VCAM-1 e PECAM-1 contribuem para o aumento do rolamento e da adesão leucocitária e a castração corrige as alterações do comportamento leucocitário interferindo na expressão dessas moléculas. (AU)

Processo FAPESP: 06/53122-2 - Influência da testosterona sobre o comportamento leucocitário e expressão de moléculas de adesão em microvasos de ratos
Beneficiário:Fernando Paranaiba Filgueira
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado