Busca avançada
Ano de início
Entree


Papel da proteína quinase C (PKC) na modulação da isoforma 1 do permutador Na+ - H+ (NHE1), em células MDCK.

Texto completo
Autor(es):
Claudia Ferreira dos Santos Ruiz Figueiredo
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Maria Oliveira de Souza; Fernando Rodrigues de Moraes Abdulkader; José Benedito Oliveira Amorim
Orientador: Maria Oliveira de Souza
Resumo

O presente trabalho visa contribuir para o esclarecimento da seqüência de eventos intracelulares produzidos pelas PKCs a e e, na modulação do pHi, via NHE1. Os estudos foram realizados em células MDCK e as medidas de pHi efetuadas por microscopia de fluorescência. A expressão das PKCs a e e, bem como do NHE1 foi investigada por western blot, utilizando anticorpos específicos para cada proteína. Os estudos foram realizados na situação controle ou na vigência de PMA ou ANG II, AVP e /ou inibidores específicos para cada receptor hormonal ou isoforma de PKC. Nossos resultados indicam que PMA (10-7 M) estimula a recuperação do pHi, por modular a atividade das PKCs a e e. ANG II e AVP em concentrações fisiológicas estimulam a recuperação do pHi após sobrecarga ácida, concomitante com o aumento da fosforilação da PKC a. Em concentração elevada, ambos hormônios não alteram estes parâmetros. O efeito de ANG II ou de AVP depende da interação de cada hormônio com receptores específicos para modular as vias de sinalização celular envolvidas com o aumento dos níveis de diacilglicerol, cálcio citosólico e AMPc. (AU)

Processo FAPESP: 06/50900-4 - Papel da proteina quinase c (pkc) na modulacao da isoforma 1 do permutador na+/h+ (nhe1), em celulas mdck.
Beneficiário:Claudia Ferreira dos Santos Ruiz Figueiredo
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado