Busca avançada
Ano de início
Entree


Estudos sistemáticos sobre espécies da Seção Myzorhynchella do subgênero Nyssorhynchus (Diptera:Culicidae)

Texto completo
Autor(es):
Sandra Sayuri Nagaki
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Saúde Pública
Data de defesa:
Membros da banca:
Maria Anice Mureb Sallum; Eliana Collucci; Carlos José Einicker Lamas
Orientador: Maria Anice Mureb Sallum
Resumo

Introdução Anopheles (Nsssorhynchus) constitui o grupo de anofelinos que encerra o maior número de vetores de plasmódios que causam a malária humana na Região Neotropical. Em vista disso, são as espécies que têm sido mais frequentemente estudadas. O subgênero possui 33 espécies e está dividido em três seções, Myzorhynchella, Albimanus e Argyritarsis. A última revisão da seção Myzorhynchella é a de Galvão (1941) e são raros os estudos com a seção que é formada pelas espécies An. lutzii, An. parvus, An. nigritarsis e An. antunesi. Embora estas espécies sejam consideradas zoofílicas, estudos taxonômicos são necessários para estabelecer a identificação morfológica e para diferenciar estas espécies de outros Anophelinae, fornecendo assim condições adequadas para avaliar as espécies que estão envolvidas na transmissão da malária. Objetivos Caracterizar morfologicamente e molecularmente as espécies da seção Myzorhynchella e estabelecer caracteres morfológicos que permitam a separação entre as mesmas. Métodos Foram realizadas coletas de mosquitos em diferentes localidades da Mata Atlântica, além da análise de caracteres morfológicos de larva, pupa, adultos macho e fêmea e ovos de espécimes disponíveis na coleção entomológica da Faculdade de Saúde Pública FSP/USP, do Museu de Zoologia MZUSP e do Instituto Oswaldo Cruz IOC. Foram realizadas análises moleculares utilizando sequências de bases nucleotídicas da região do Espaçador Interno Transcrito 2 - ITS2 do DNA ribossômico e do gene mitocondrial Citocromo Oxidase Subunidade I - COI. Resultados - Foram caracterizados os adultos, machos e fêmeas, as formas imaturas e os ovos de An. antunesi e de An. lutzii. Anopheles guarani e An. niger foram retiradas da sinonímia de An. lutzii. Foi descrita uma espécie nova que é encontrada em simpatria com An. antunesi na Serra da Mantiqueira. Os resultados das análises filogenéticas corroboraram a existência de pelo menos cinco espécies dentro da seção Myzorhynchella e indicam que An. parvus e An. antunesi podem representar complexos de espécies. Acresce considerar que An. lutzii foi redescrita com o emprego de espécimes do Vale do Ribeira. No entanto, a falta de espécimes de An. lutzii da localidade tipo com as formas adultas e imaturos associados, impediram a caracterização adequada da espécie. Conclusão Foram caracterizadas quatro espécies da seção Myzorhynchella, foi descrita uma espécie nova que ocorre na Serra da Mantiqueira e demonstrou-se que An. parvus e An. antunesi podem ser complexos de espécies. Há a necessidade de continuar os estudos da Seção Myzorhynchella e obter topotipos de An. lutzii (AU)

Processo FAPESP: 07/01870-8 - Sistemática de Anopheles (Nyssorhynchus) lutzii (Diptera: Culicidae)
Beneficiário:Sandra Sayuri Nagaki
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado