Busca avançada
Ano de início
Entree


As sombras do real em Austerlitz: investigação sobre a fotografia em W.G. Sebald

Texto completo
Autor(es):
Douglas Valeriano Pompeu
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Dissertação de Mestrado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Data de defesa:
Membros da banca:
Helmut Paul Erich Galle; Jorge Mattos Brito de Almeida; Márcio Orlando Seligmann Silva
Orientador: Helmut Paul Erich Galle
Resumo

No ano de 2001, foi publicado o último livro do já então célebre escritor alemão W. G. Sebald, Austerlitz. Marcado pela digressão, pelo tom melancólico, pelo emprego de remissões factuais e pelo uso de fotografias, o livro se caracteriza como um gênero híbrido entre o factual e o fictional, que também pode ser denominado de autoficção. A presente dissertação se concentra na função da fotografia em Austerlitz, valendo-se justamente de sua relação com o texto, com os limites da representação e com a memória. Embora trate-se de uma narrativa assumidamente ficcional, procurase na presente investigação averiguar como o caráter indicial da imagem fotográfica é manipulado pelo autor e como a manipulação da fotografia enquanto documento indicativo de evidência e testemunho atua na composição de uma narrativa que pode servir como uma saída para o impasse da representação na literatura e na memória pós-Auschwitz. Para tanto, a análise a seguir, embora em alguns momentos procure apresentar em sua própria estrutura o caráter digressivo da narrativa sebaldiana, foca sua atenção na tematização e na reprodução da fotografia no texto, assim como nos procedimentos poéticos revelados pelo espólio do autor, preservado em Marbach am Neckar, Alemanha. (AU)

Processo FAPESP: 09/13039-7 - As sombras do real em Austerlitz: investigação sobre o uso da fotografia na obra de W. g. Sebald
Beneficiário:Douglas Valeriano Pompeu
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado