Busca avançada
Ano de início
Entree


Aspectos celulares e moleculares das glândulas salivares e do corpo gorduroso de Rhynchosciara americana durante o desenvolvimento.

Texto completo
Autor(es):
Amanda dos Santos Brandão
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Glaucia Maria Machado Santelli; Margareth de Lara Capurro Guimaraes; Marisa Rangel; Adriana Rios Lopes Rocha; Paula Rezende Teixeira
Orientador: Glaucia Maria Machado Santelli; Fábio Siviero
Resumo

Durante o desenvolvimento de holometálobos alguns tecidos são eliminados/remodelados durante a metamorfose. A autofagia age nesse processo degradando componentes citoplasmáticos, inicialmente isolando-os em dupla membrana, estrutura chamada autofagossomo e esses conteúdos são degradados por hidrolases lisossomais. Porém, aspectos apoptóticos podem estar presentes nesse processo, como o envolvimento de caspases e a fragmentação nuclear. Alterações morfológicas na glândula salivar e no corpo gorduroso, que são bons exemplos de órgãos que sofrem morte celular programada (MCP) no desenvolvimento de R. americana, foram analisados por microscopia de luz e eletrônica. Durante a remoção desses órgãos, núcleos apresentam morfologia condensada e com fragmentação confirmada por TUNEL. Ambos tecidos mostraram formação de autofagossomos, mas a glândula salivar completa o processo de MCP durante a metamorfose. Genes antiapoptóticos e autofágicos que têm importante papel na MCP foram caracterizados. MCP em R. americana apresenta cooperação de aspetos da autofagia e da apoptose. (AU)

Processo FAPESP: 08/50036-3 - Aspectos celulares e moleculares das glândulas salivares de Rhynchosciara americana durante a metamorfose: e sua comparação com o corpo gorduroso
Beneficiário:Amanda dos Santos Brandão
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado Direto