Busca avançada
Ano de início
Entree


Manejo integrado da ferrugem asiática da soja na região de Jaboticabal

Texto completo
Autor(es):
Giselle Feliciani Barbosa
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Instituição: Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (Campus de Jaboticabal)
Data de defesa:
Membros da banca:
Edson Lazarini; Edson Luiz Furtado; Rita de Cássia Panizzi; Ivana Marino Bárbaro
Orientador: Maria Aparecida Pessôa da Cruz Centurion; Marcelo da Costa Ferreira; Pedro Luís da Costa Aguiar Alves
Resumo

Com esse trabalho objetivou-se avaliar os efeitos do manejo integrado da ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi Sydow & P. Sydow) da soja, por meio de épocas de semeadura (outubro e novembro), populações de plantas (160, 280 e 400 mil plantas ha-1) e tratamentos fungicidas (doses recomendadas e reduzidas de azoxystrobina + ciproconazol + óleo mineral e de tebuconazol), na severidade da doença e seus reflexos no desenvolvimento vegetativo, produtividade, potencial fisiológico das sementes, qualidade de grãos, e ainda, na deposição e cobertura da calda fungicida em soja, cultivares NK-412113 (V Max) e MG/BR-46 (Conquista). Experimentos de campo foram conduzidos nos anos agrícolas de 2009/2010 e de 2010/2011, na região de Jaboticabal, SP, sob infestação natural da ferrugem asiática. A partir do surgimento dos primeiros sintomas da ferrugem iniciaram-se as pulverizações com os tratamentos fungicidas e as avaliações da severidade da doença. Para ambas as cultivares e anos agrícolas, os tratamentos com azoxystrobina + ciproconazol promoveram menores severidades da doença, refletindo em aumento de produtividade. A redução da população de plantas proporcionou bom controle da doença e maiores produtividades de grãos, apesar de reduzir o índice de área foliar e de não influenciar a deposição e cobertura da calda aplicada. No geral, semeaduras mais precoces proporcionaram melhoria dos caracteres relacionados ao desenvolvimento das plantas, porém houve controle menos eficiente da ferrugem. Foi observada grande desuniformidade de cobertura em relação aos terços das plantas, sendo a deposição no terço superior maior que no inferior para todos os tratamentos. No geral, independente dos tratamentos utilizados, o potencial fisiológico das sementes foi considerado baixo (AU)

Processo FAPESP: 08/54225-5 - Manejo integrado da ferrugema asiática da soja
Beneficiário:Giselle Feliciani Barbosa
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado