Busca avançada
Ano de início
Entree


Exercício físico e melatonina promovem conjuntamente redução da adiposidade em ratos, embora estes se tornem hipogonádicos.

Texto completo
Autor(es):
André Ricardo Gomes de Proença
Número total de Autores: 1
Tipo de documento: Tese de Doutorado
Imprenta: São Paulo.
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas
Data de defesa:
Membros da banca:
Fabio Bessa Lima; Miriam Helena Fonseca Alaniz; Carla Roberta de Oliveira Carvalho; Jose Cipolla Neto; Claudia Maria da Penha Oller do Nascimento
Orientador: Fabio Bessa Lima
Resumo

O objetivo deste trabalho foi o de averiguar se o exercício físico somado a suplementação com melatonina em animais pós-púberes, modifica a adiposidade e a regulação da atividade lipolítica, nos tecidos adiposos das regiões subcutânea inguinal e retroperitoneal, além de verificar possíveis efeitos antigonadotróficos decorrentes do tratamento com melatonina. A concomitância do treinamento físico e da suplementação com melatonina durante 8 semanas em ratos Wistar, foi mais eficiente em promover reduções no diâmetro dos adipócitos e, consequentemente, na adiposidade do que o uso isolado do treinamento físico ou da suplementação com melatonina. Entretanto, não foram observadas alterações na atividade lipolítica, e nem na lipogênese, medidas em adipócitos isolados das regiões estudadas. A suplementação promoveu hipogonadismo com consequente redução da testosteronemia, além de uma redução da massa do músculo extensor digital longo. evidenciando assim a necessidade de se aprofundar os estudos sobre os impactos do uso de melatonina sobre o eixo hipófise-hipotálamo-gônadas. (AU)

Processo FAPESP: 09/54732-7 - Exercício físico e melatonina: ação conjunta em ratos, com ênfase na atividade lipolítica do tecido adiposo
Beneficiário:André Ricardo Gomes de Proença
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Doutorado