Busca avançada
Ano de início
Entree
Conteúdo relacionado

FIBRA OBTIDA A PARTIR DE RESÍDUOS AGROINDUSTRIAIS, PROCESSO PARA SUA PREPARAÇÃO E PRODUTO COMPREENDENDO TAL FIBRA

Tipo de documento:Patente
Inventor(es): Silgia Aparecida da Costa; Sirlene Maria da Costa; Adalberto Pessoa Junior
Depositante: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) ; Universidade de São Paulo (USP)
Data do depósito: 13 de agosto de 2008
Registro INPI:
PI0802588-6 - Consulta INPI
IPC: D01F 2/24 D01F 11/02
Resumo

FIBRA OBTIDA A PARTIR DE RESÍDUOS AGROINDUSTRIAIS, PROCESSO PARA SUA PREPARAÇÃO E PRODUTO COMPREENDENDO TAL FIBRA. A presente invenção é direcionada à obtenção de fibras a partir de resíduos agroindustrias, em especial de matéria-prima vegetal. Em especial, a presente invenção propõe a utilização do bagaço de cana-de-açúcar, assim como um processo para sua preparaçao. Especificamente, as fibras obtidas na presente invenção podem ter aplicação têxtil e/ou conter substâncias ativas, tais como medicamentos, enzimas, proteínas ou revestimentos especiais com ação medicamentosa aderidos ás fibras por adsorção, incorporação na estrutura do gel ou ligação covalente.


Processo FAPESP: 06/56029-3 - Desenvolvimento de fibras têxteis a partir de celulose de bagaço de cana-de-açúcar com a incorporação de fármacos e enzimas para aplicações médicas
Beneficiário:Sirlene Maria da Costa
Pesquisador responsável:Adalberto Pessoa Junior
Instituição: Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF)
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado