Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

COMPARAÇÃO E CONSTRUÇÃO DE REATORES DE "MILD" E "HARD ANODISATION" PARA FABRICAÇÃO DE ALUMINA ANÓDICA POROSA

Texto completo
Autor(es):
Uanderson M. Garcia [1] ; Letícia F. Mendes [2] ; Janaina S. Santos [3] ; Francisco Trivinho-Strixino [4]
Número total de Autores: 4
Afiliação do(s) autor(es):
[1] Universidade Federal de São Carlos. Departamento de Física, Química e Matemática - Brasil
[2] Universidade Federal de São Carlos. Departamento de Física, Química e Matemática - Brasil
[3] Universidade Federal de São Carlos. Departamento de Física, Química e Matemática - Brasil
[4] Universidade Federal de São Carlos. Departamento de Física, Química e Matemática - Brasil
Número total de Afiliações: 4
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Química Nova; v. 38, n. 8, p. 1112-1116, 2015-09-00.
Resumo

The mild anodization (MA) reactor is exemplified for its operational simplicity and its excellent control over the experimental parameters that are involved in the anodization process. This method provides porous anodic alumina films with a regular cell-arrangement structure. This offers a better cost-benefit ratio than the other equipment configurations that are used to fabricate nanoporous structures (i.e., ion beam lithography). Conversely, the hard anodization (HA) reactor produces oxides at a rate that is 25 to 35 times faster than the MA reactor. The produced oxides also have greater layer thicknesses and interpore distance, and with a uniform nanopore spatial order (> 1000). In contrast to MA reactors, the construction of an HA reactor requires special components to maintain anodisation at a high potential regime. Herein, we describe and compare both reactors from a technical viewpoint. (AU)

Processo FAPESP: 10/10813-0 - Fabricação de filmes de óxidos nanoestruturados por métodos eletroquímicos e sua aplicação como sensores
Beneficiário:Francisco Trivinho Strixino
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores