Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Revisão taxonômica de Matayba sect. Matayba (Sapindaceae, Cupanieae)

Texto completo
Autor(es):
Rubens Luiz Gayoso Coelho ; Vinicius Castro Souza ; María Silvia Ferrucci ; Thiago Bevilacqua Flores
Número total de Autores: 4
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Rodriguésia; v. 68, n. 2, p. 411-443, Jun. 2017.
Resumo

Resumo Matayba contêm cerca de 50 espécies de arbustos ou árvores distribuídas desde o México até o norte da Argentina e divididas em quatro seções. No Brasil estão presentes 30 espécies e 17 delas são endêmicas. Matayba sect. Matayba tem o maior número de espécies e ocorre apenas na América do Sul. No Brasil essa seção está representada predominantemente fora da região Amazônica, com exceção de M. guianensis que é amplamente distribuída na América do Sul. A presente revisão taxonômica das espécies de Matayba sect. Matayba, inclui descrições, reavaliação nomenclatural e tipificação, delimitação dos táxons, chave de identificação e ilustrações. Os principais caracteres diagnósticos desta seção são o número e forma dos folíolos, os padrões da nervação e a posição e proeminência das domácias. Nas flores, o indumento das sépalas, pétalas e filetes é o caráter mais usado. Um total de 17 espécies nessa seção são reconhecidas. Uma espécie foi excluída, 20 lectótipos e um neótipo são designados, dois nomes de espécies e 10 de formas e subformas são posicionados em sinonímia e novos dados de distribuição para diversas espécies no Brasil foram registrados. (AU)

Processo FAPESP: 15/09444-4 - Filogenômica e evolução do clado Paullineae-Thouinieae
Beneficiário:Rubens Luiz Gayoso Coelho
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado