Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Medida da vida média do múon

Texto completo
Autor(es):
Anderson Campos Fauth ; Artur Chiaperini Grover ; Daniel Martelozo Consalter
Número total de Autores: 3
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Revista Brasileira de Ensino de Física; v. 32, n. 4, p. 4502-1-4502-7, Dez. 2010.
Resumo

Neste trabalho foram utilizados um detector de partículas e um osciloscópio digital para medir a vida média do múon. O método experimental utilizado foi a medida do intervalo de tempo entre o sinal do múon e o do elétron do seu decaimento através do osciloscópio. Os múons desse experimento foram aqueles da radiação cósmica e um único detector utilizou o efeito Cherenkov na água para medir tanto o sinal do múon como o sinal do elétron. Utilizando o espectro diferencial do alcance de múons verticais e a sua distribuição angular obtivemos a taxa de decaimento de múons por massa do detector, TM = 13 x 10-3 [Hz/kg], que permite estimar a taxa de decaimento de múons ao nível do mar para um detector com massa M. O tempo médio obtido para a vida dos múons foi de 1,87 ± 0,75 ms e esta em acordo com o valor apresentado pelo Particle Data Group. (AU)

Processo FAPESP: 99/05404-3 - Observatório Pierre Auger
Beneficiário:Carlos Ourivio Escobar
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Temático
Processo FAPESP: 06/59531-1 - Estudo de raios cósmicos com E> 1018E V do detector de superfície do Observatório Pierre Auger
Beneficiário:Daniel Martelozo Consalter
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo FAPESP: 08/00956-9 - Medida de vida média do múon
Beneficiário:Artur Chiaperini Grover
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Iniciação Científica