Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Uso de conjuntos terminais parametrizados para tratamento de problemas de não-factibilidade em controle preditivo

Texto completo
Autor(es):
Rubens Junqueira Magalhães Afonso ; Roberto Kawakami Harrop Galvão
Número total de Autores: 2
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Sba : Controle & Automação; v. 23, n. 6, p. 653-666, Dez. 2012.
Resumo

Restrições terminais são tipicamente empregadas em formulações de controle preditivo para garantia de estabilidade em malha fechada. Contudo, tal garantia é perdida caso o problema de otimização associado não seja factível no instante inicial ou deixe de ser factível devido, por exemplo, à ocorrência de falhas. Este trabalho apresenta uma abordagem de gerenciamento de referência aliado ao relaxamento de restrições operacionais como forma de tratar problemas de não-factibilidade em controle preditivo. Considera-se que a não-factibilidade pode ocorrer tanto no início da tarefa de controle, em decorrência de uma condição inicial desfavorável, como pode ser causada por uma falha de atuador que reduza a faixa de valores de controle permitidos. A abordagem proposta envolve a parametrização do conjunto máximo admissível de saída (MAS) utilizado como restrição terminal na lei de controle. Evita-se assim a necessidade de se repetir a determinação do MAS durante o tratamento da não-factibilidade. Para fins de exemplo, apresenta-se um estudo de caso com um modelo de simulação. (AU)

Processo FAPESP: 09/12674-0 - Controle preditivo tolerante a falhas de atuador
Beneficiário:Rubens Junqueira Magalhães Afonso
Linha de fomento: Bolsas no Brasil - Mestrado
Processo FAPESP: 06/58850-6 - Diagnóstico, prognóstico e acomodação de falhas em sistemas dinâmicos
Beneficiário:Takashi Yoneyama
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Temático