Busca avançada
Ano de início
Entree
(Referência obtida automaticamente do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores.)

Mineral supplementation and productivity of the Shiitake mushroom on eucalyptus logs

Título (Português): Suplementação mineral e produtividade de cogumelo Shiitake em toros de eucalipto
Texto completo
Autor(es):
Elvio Cardoso Queiroz ; Regina Helena Marino ; Augusto Ferreira da Eira
Número total de Autores: 3
Tipo de documento: Artigo Científico
Fonte: Scientia Agricola; v. 61, n. 3, p. 260-265, Jun. 2004.
Resumo

Brazilian reports on Shiitake mushroom [Lentinula edodes (Berkeley) Pegler] productivity grown on Eucalyptus saligna (Sm.) logs are optimistic. The current production on this kind of wood is, however, low and variable. Aiming at increasing Shiitake mushroom productivity, the present work studied interactions among three concentrations of mineral supplement and three Shiitake strains (Le 95/01, 96/17 and 96/18) grown on seventh cut eucalyptus logs. Mineral fertilization was carried out when the logs were submerged in water to induce fruiting bodies, using the following saline concentrations: zero (no fertilizers added), 0.05% (equivalent to 0.35 g L-1 of ammonium sulfate with 18% nitrogen and 0.15 g L-1 of superphosphate with 34% phosphorus) and 0.50%. Fertilization of the Le 95/01 strain increased productivity, but logs inoculated with the Le 96/17 strain were more productive only at 0.05% concentration while in the Le 96/18 strain, mineral supplementation decreased in productivity. The radial growth of these Shiitake strains (in sawdust-agar medium and with the same saline concentrations used in the log experiment) showed that all strains reacted positively to fertilization and that positive results for the Le 95/01 strain and negative results for Le 96/18 on eucalyptus logs are due to the natural higher competitiveness of the first Le 95/01 in relation to the latter Le 96/18 strain. Mineral fertilization increases the productivity provided that the logs are well colonized by Shiitake mushrooms. (AU)

Resumo

As estimativas de produtividade do cogumelo Shiitake no Brasil em eucalipto são otimistas mas, na prática, a produção nessa madeira é baixa e inconstante. Visando aumentar a produtividade do Shiitake, estudaram-se as interações entre doses de suplementação mineral, em relação a três linhagens do cogumelo (Le 95/01, 96/17 e 96/18) inoculadas em toros de eucalipto de sétimo corte. A suplementação mineral foi realizada na água de imersão dos toros, no momento de cada indução da frutificação, nas seguintes concentrações: 0,00% (sem adição de suplementos), 0,05% (sulfato de amônio, com 18% de nitrogênio solúvel em água, na dosagem 0,35 g L-1 e superfosfato triplo, com 34% de fósforo solúvel em água, na dosagem 0,15 g L-1) e na concentração 0,50% (correspondendo à dosagem dez vezes maior que a anterior). Houve aumento de produtividade na linhagem Le 95/01. Toros inoculados com Le 96/17 foram mais produtivos apenas na dose de 0,05% e, para a linhagem Le 96/18 a produtividade diminuiu com a suplementação. A avaliação do crescimento radial com essas linhagens (meio de cultura de serragem com as mesmas concentrações salinas utilizadas no experimento em toros) evidenciou que todas responderam positivamente à suplementação e que, as respostas positivas da linhagem Le 95/01 e negativa da Le 96/18 obtidas no cultivo em toros de eucalipto de sétimo corte, são reflexos da maior competitividade da primeira linhagem em relação à segunda. A suplementação aumenta a produtividade desde que os toros estejam bem colonizados pelo Shiitake. (AU)

Processo FAPESP: 98/07726-5 - Cogumelos comestíveis e medicinais: tecnologia de cultivo, caracterização bioquímica e efeitos protetores dos cogumelos Agaricus blazei Murril (cogumelo-do-sol) e Lentinula edodes (Berk.) Pegler
Beneficiário:Augusto Ferreira da Eira
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Temático