Busca avançada
Ano de início
Entree

Haptenos na leishmaniose visceral. desenvolvimento de ensaios de fase sólida para diagnóstico e sua imunologia em modelos experimentais

Processo: 17/26558-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2018 - 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Heitor Franco de Andrade Junior
Beneficiário:Heitor Franco de Andrade Junior
Instituição-sede: Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Camila Aparecida de Carvalho
Assunto(s):Cromatografia  ELISA  Haptenos  Leishmaniose visceral 

Resumo

A leishmaniose visceral (LV), epidêmica no Brasil, têm sido estudados usando antígenos clássicos ou proteicos em geral. Haptenos são macromoléculas de peso molecular entre 1 e 5 KDa que são compostas por peptídeos, polissacarídeos pequenos e lipídios complexos, e que tem a capacidade de reagir com anticorpos e células imunes de forma incompleta, talvez interferindo na resposta imune. Várias doenças crônicas humanas cursam com altos níveis de anticorpos, mas a mais comum é a LV. Métodos de cromatografia de exclusão molecular permitem separar estas moléculas de extratos brutos de promastigotas, possibilitando sua purificação e caracterização, além de sua associação com moléculas carreadoras e assim uso em ensaios clássicos. Neste projeto, pretendemos estudar a bioquímica e a imunologia de haptenos de extratos brutos de promastigotas e amastigotas axênicos de L. (L.) infantum chagasi por cromatografia de exclusão molecular sequencial. Isto envolve, a: quantificação por dosagem de açucares; b: estudos estruturais por MALDI-TOF e espectrometria de massa; c: identificação e quantificação destes haptenos em urina ou sangue de modelos experimentais; d: determinação de anticorpos específicos por ensaios de fase sólida de captura de anticorpos ou com híbridos seus com proteínas carreadoras em modelos experimentais de hamsteres ou de camundongos BALB/C deficiente geneticamente de ³-interferon; e: estudos de seus efeitos sobre a resposta imune nestes modelos, através de estudos in vivo e in vitro. Isto permitirá determinar se estes haptenos interferem com a resposta imune na LV na imunossupressão e doença visceral e, portanto, com importância clínica e patogenética. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE CARVALHO, CAMILA APARECIDA; FERRAO, THIAGO FIDELIS; NOVAIS DE FREITAS, FLAVIA REGINA; DE ANDRADE JUNIOR, HEITOR FRANCO. High levels of serum glycans monovalent IgG immune complexes detected by dissociative ELISA in experimental visceral leishmaniasis. IMMUNOLOGY, v. 158, n. 4, p. 314-321, DEC 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.