Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU concedido no processo 2015/03333-6: equipamento de bioimpedância ImpediMed ImpTM SFB7

Processo: 19/07717-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de agosto de 2019 - 31 de julho de 2026
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Patricia Helen de Carvalho Rondó
Beneficiário:Patricia Helen de Carvalho Rondó
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/03333-6 - Relação entre adiposidade materna e adiposidade do concepto nos períodos fetal, neonatal e no primeiro ano de vida: estudo prospectivo de base populacional, AP.TEM
Assunto(s):Nutrição  Composição corporal  Índice de massa corporal  Aquisição de equipamentos  Equipamentos multiusuários  Infraestrutura de pesquisa 
As informações de acesso ao Equipamento Multiusuário são de responsabilidade do Pesquisador responsável
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Tipo de equipamento:Caracterização de Materiais - Imageamento - Elétrico (eletrocardiograma, eletro-encefalograma)
Caracterização e Análises de Amostras - Biomédica - Corporal
Fabricante: Fabricante não informado
Modelo: Modelo não informado

Resumo

Este projeto faz parte de um estudo coorte prospectivo de base populacional (processo 2015/03333-6) que visa avaliar o estado nutricional, composição corporal e fatores metabólicos de mulheres nos 3 trimestres da gestação e relacionar com adiposidade do feto, neonato e criança no primeiro ano de vida. Duas mil (2000) mulheres atendidas no pré-natal das 33 Unidades de Saúde de Araraquara, SP, estão sendo acompanhadas nos 3 trimestres da gestação até nascimento dos conceptos, investigados mensalmente até 6 meses de idade e trimestralmente até 1 ano de idade. Para avaliação da composição corporal do feto, neonato e criança com 1 ano de vida serão utilizados respectivamente, ultrasonografia, pletismografia e bioimpedância (BIA). A BIA da criança será avaliada pelo equipamento ImpediMed Imp TM SFB7 e comparada com densitometria de dupla emissão (DXA), em uma sub-amostra de crianças. O impacto dos fatores maternos investigados na adiposidade do feto, neonato e criança serão analisados por regressão linear múltipla e métodos recentes para análise de dados longitudinais e de modelagem multivariada. (AU)