Busca avançada
Ano de início
Entree

Células B-1 modulam macrófagos para o perfil M1 e melhoram as funções microbicidas e interrompem mecanismos de evasão de Encephalitozoon cuniculi

Processo: 19/22308-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de dezembro de 2019 - 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Maria Anete Lallo
Beneficiário:Maria Anete Lallo
Instituição-sede: Vice-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Universidade Paulista (UNIP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Imunidade inata  Encephalitozoon cuniculi  Macrófagos 

Resumo

Nós investigamos o possível efeito das células B-1 na atividade de macrófagos peritoneais na infecção por E. cuniculi. Na presença de células B-1, os macrófagos peritoneais apresentaram perfil M1 com capacidade fagocítica e índice fagocítico aumentados, associados à intensa atividade microbicida e maior percentual de apoptose. A ausência de células B-1 foi associada à predominância de macrófagos M2, com redução na capacidade fagocítica, índice fagocítico e atividade microbicida, aumento da produção de citocinas pró-inflamatórias e anti-inflamatórias e maior porcentagem de morte por necrose. Além disso, nos macrófagos M2, observou-se esporo de E. cuniculi fagocítico com extrusão tubular polar, um importante mecanismo de evasão da resposta imune. Os resultados mostraram a importância das células B-1 na modulação da função dos macrófagos contra a infecção por E. cuniculi, aumentando a atividade microbicida e reduzindo os mecanismos fúngicos envolvidos na evasão da resposta imune. (AU)