Busca avançada
Ano de início
Entree

Imobiliário e Infraestruturas sob domínio de grandes grupos econômicos: financeirização e metropolização do espaço na São Paulo do Século XXI

Resumo

A presente proposta elabora seu problema teórico a partir da observação crítica da reorganização dos setores empresariais com atuação na produção do espaço, discutindo suas relações com os processos de financeirização e metropolização. O fortalecimento da atuação Grandes Grupos Econômicos na produção do espaço desde o início deste século, articulado a crescentes processos de centralização do capital, revela-se na metrópole pelo protagonismo desses em grandes incorporações imobiliárias, em processos de privatização de infraestruturas e no desenho de grandes fundos de investimento. Assegurando crescentes níveis de coordenação das transformações espaciais, a atuação desses grupos acaba por iluminar sofisticados processos de reestruturação urbana, definidores do atual estágio de metropolização. Nesse sentido estabelecemos como objeto de pesquisa a ação dos Grandes Grupos Econômicos na produção do espaço, sustentando a hipótese de que além de serem determinantes na condução de importantes transformações no espaço metropolitano, tornam-se chaves na compreensão das especificidades do processo de financeirização do espaço no contexto brasileiro. A partir das dinâmicas evidenciadas na metrópole de São Paulo, identificamos esses Grupos Econômicos (Grandes Incorporadoras, Empreiteiras e Grupos Industriais) e aprofundarmos nossas análises em estudos de caso, considerando a reorganização empresarial, as estratégias e instrumentos financeiros mobilizados e os principais projetos em curso. Com preocupações teóricas e de método, os resultados da pesquisa procuram abranger a compreensão das relações sociais envolvidas na produção imobiliária e de infraestruturas e as mudanças em curso na metrópole de São Paulo, visando orientar o desenvolvimento de políticas metropolitanas inclusivas. (AU)