Busca avançada
Ano de início
Entree

Ampliando a privacidade em sistemas baseados em blockchain

Processo: 20/00809-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2021 - 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Sistemas de Computação
Convênio/Acordo: Duke University
Proposta de Mobilidade: SPRINT - Projetos de pesquisa - Mobilidade
Pesquisador responsável:Jó Ueyama
Beneficiário:Jó Ueyama
Pesq. responsável no exterior: Ashwin Machanavajjhala
Instituição no exterior: Duke University, Estados Unidos
Instituição-sede: Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados: Kartik Nayak ; Mario de Castro Andrade Filho
Vinculado ao auxílio:18/17335-9 - Explorando DLTs e a inteligência computacional em IoT, AP.R
Assunto(s):Sistemas distribuídos  Blockchain  Middleware  Privacidade  Internet das coisas 

Resumo

Este projeto almeja investigar meios de ampliar a privacidade em sistemas baseados em blockchain. Os sistemas que usam blockchain implementam a integridade, auditabilidade e tolerância a falhas. Isso visto que o blockchain incorpora as três propriedades através das funções hashes e de sistemas distribuídos (e não mais totalmente centralizados como no cliente/servidor puro). Entretanto, a privacidade em blockchain é um requisito que carece de pesquisa, sobretudo o de privacidade de usuário e de transação. O projeto será conduzido em parceria com o ICMC/USP e a Universidade de Duke. Jó Ueyama da USP é especialista em blockchain e IoT e desenvolverá o projeto de maneira colaborativa com os pesquisadores: Ashwin (especialista em privacidade), Kartik (especialista em blockchain) e Mario Andrade (especialista em estatística); a estatística é usada para realizar avaliações com o modelo de privacidade a ser produzido. Espera-se ter uma parceria de longa duração que transcenda a vigência deste projeto. A privacidade é um requisito de grande importância e isso pode ser visto com a definição do próprio LGPD no Brasil. (AU)