Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilizacao de plantas bioindicadores acumuladoras de metais para monitoramento biologico da poluicao urbana de sao paulo.

Processo: 02/00418-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2002 - 31 de março de 2004
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Pesquisador responsável:Mitiko Saiki
Beneficiário:Mitiko Saiki
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Poluição ambiental 

Resumo

Várias espécies vegetais vêm sendo estudadas para uso como bioindicadoras de poluentes metálicos da atmosfera, devido principalmente à facilidade na coleta das amostras, não requerendo nenhuma instrumentação sofisticada, e devido à possibilidade de monitoração de grandes áreas ao longo de um período. Estas vantagens indicam para uso das espécies vegetais no controle da poluição ambiental especialmente em grandes cidades como São Paulo e em áreas industrializadas onde os problemas da poluição são bastante sérios. O objetivo deste projeto é realizar um mapeamento dos níveis de poluição área urbana por metais na cidade de São Paulo, SP, utilizando duas espécies bioacumuladoras, a bromélia Tillandsia usneoides e o líquen Canoparmelia texana, as quais serão coletadas em vários pontos de diferentes níveis de poluição, como uma alternativa ou complementação ao sistema convencional de controle da qualidade do ar. Para uma análise multielementar destes bioindicadores será utilizado o método de análise por ativação (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)