Busca avançada
Ano de início
Entree

Consequências neuropsicológicas da epilepsia em crianças e comparações transculturais - desenvolvimento cognitivo, escolaridade e qualidade de vida

Resumo

Achados semiológicos e eletrencefalográficos iniciais sugerem ativação de um grupo restrito de neurônios em determinada parte dos hemisférios cerebrais nas epilepsias parciais, que podem ser simples ou complexas e ainda evoluir para crises secundariamente generalizadas. Por outro lado, a organização cerebral pode ser também influenciada por fatores ambientais, escolaridade e qualidade de vida, os quais se relacionam ao desenvolvimento de diferentes estilos cognitivos. O objetivo deste estudo é investigar a influência transcultural sobre a organização cerebral dos processos cognitivos e as respectivas estratégias cognitivas em crianças normais de regiões rurais e urbanas e em crianças portadoras de epilepsias parciais. Serão avaliadas 120 crianças de ambos os sexos, dos 7 aos 10 anos de idade, distribuídas em três grupos - rurais, urbanas e portadoras de epilepsias localizadas por meio de testes neuropsicológicos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)