Busca avançada
Ano de início
Entree

Processamento de requisições em larga escala utilizando o conceito de plano de navegação

Processo: 06/00375-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2006 - 31 de agosto de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Metodologia e Técnicas da Computação
Pesquisador responsável:João Eduardo Ferreira
Beneficiário:João Eduardo Ferreira
Instituição-sede: Instituto de Matemática e Estatística (IME). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):08/08110-1 - Geração de Expressões NPDL a partir de Interface Gráfica para Controle de Ciclos em Bibliotecas., BP.TT
Assunto(s):Banco de dados  Gestão por processos 

Resumo

Processamento de requisição é uma aplicação importante no gerenciamento de processos de negócio. Dois dos principais desafios para projeto e implementação de sistemas de processamento de requisi-ções são: (1) inter-operação e integração de sistemas de informação autônomos e heterogêneos; (2) evolução flexível e composição de elementos de software que implementam o workflow de processamento de requisições. Nesse projeto de pesquisa propomos o conceito de Plano de Navegação como solução para vários desafios de processamento de requisições. A hipótese principal de nossa pesquisa é que os três estágios de processamento de requisições podem ser separados, implementados, integrados e executados através de interfaces que apóiam tanto a integração de sistemas autônomos e heterogêneos como também a evolução flexível de workflows. Os três estágios são: primeiro, um cli-ente (usuário ou outro programa) gera uma requisição, isto é, um pedido de informação, materiais ou serviços; segundo, a requisição é validada através de uma série de passos de negócio. Isso é impor-tante desde que as requisições validadas possam ser finalizadas apenas quando elas satisfaçam as exigências especificadas nos passos de negócio; terceiro, a requisição validada é submetida aos pro-cessos de execução para alcançar os requisitos. A representação e execução de passos de negocio em ambientes de workflows tem gerado vários desafios. Um deles é: Qual é a melhor fundamentação formal e linguagem para controlar padrões de workflow? Algumas das linguagens workflow advogam abordagem de Redes de Petri ou Álgebra de Processos, como fundamentação formal. Entretanto, a implementação de padrões de workflow descritas por Álgebra de Processos ainda é um problema em aberto. Nessa pesquisa, Álgebra de Processos tem sido usada para representar uma descrição semi-formal da linguagem de definição de Plano de Navegação (NPDL). Seis atividades são propostas nes-se projeto de pesquisa para aprofundar e fortalecer o conceito de Plano de Navegação. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ARAÚJO‚ L.V.; MALKOWSKI‚ S.; BRAGHETTO‚ K.R.; PASSOS-BUENO‚ M.R.; ZATZ‚ M.; PU‚ C.; FERREIRA‚ J.E. A rigorous approach to facilitate and guarantee the correctness of the genetic testing management in human genome information systems. BMC Genomics, v. 12, n. Suppl 4, p. S13, 2011.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.