Busca avançada
Ano de início
Entree

Evidência de biofilme bacteriano na osteíte paranasal em pacientes com rinossinusite crônica com polipose

Processo: 07/07943-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2008 - 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Richard Louis Voegels
Beneficiário:Richard Louis Voegels
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Procedimentos cirúrgicos otorrinolaringológicos  Sinusite  Pólipos nasais  Osteíte  Biofilmes 

Resumo

Introdução: A osteíte paranasal é um achado comum em indivíduos com rinossinusite crônica(RSC), podendo ser um fator de desenvolvimento e/ou manutenção do processo inflamatório. Não foram encontrados na literatura estudos que mostrem a causa da osteíte paranasal. Objetivo: Evidenciar o biofilme bacteriano na osteíte paranasal em pacientes com rinossinusite crônica eosinofílica com polipose nasossinusal. Pacientes e métodos: Serão acompanhados 30 pacientes com RSC eosinofílica com ou sem polipose nasossinusal (definida por critérios clínicos e radiológicos) e 30 controles com indicação cirúrgica para septoplastia e/ou turbinectomia. Todos os pacientes serão submetidos a cirurgia endoscópica, e coleta de fragmentos de bula etmoidal para evidenciar a presença de biofilme através de microscopia ótica e eletrônica (varredura e transmissão). Os pacientes com RSC serão reavaliados após seis meses da cirurgia por critérios clínicos e após um ano; por critérios clínicos, radiológicos e nova biópsia de tecido osteomucoso paranasal. (AU)