Busca avançada
Ano de início
Entree

Conservação pós-colheita de manga tommy-atkins tratada com 1-MCP armazenada sob refrigeração e atmosfera controlada

Processo: 08/54950-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2009 - 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Giuseppina Pace Pereira Lima
Beneficiário:Giuseppina Pace Pereira Lima
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):10/00745-8 - Conservação pós-colheita de manga Tommy Atkins tratada com 1-MCP armazenada sob refrigeração e atmosfera modificada, BP.TT
09/12109-1 - Conservação pós-colheita de manga tommy-atkins tratada com 1-MCP armazenada sob refrigeração e atmosfera controlada, BP.TT
09/05667-8 - Conservação pós-colheita de manga rosa tratada com 1-MCP armazenada sob refrigeração e atmosfera modificada, BP.TT
Assunto(s):Metilciclopropeno  Atmosfera modificada 

Resumo

A produção de mangas no Brasil é crescente e vem ganhando importância, principalmente para exportação para os mercados americanos e europeus. Porém, o meio de transporte, usualmente, é via marítima, o que induz o produtor a colher os frutos no início da maturação fisiológica, para que estes cheguem ao local de destino no ponto de consumo. Os frutos colhidos precocemente ficam com o amadurecimento prejudicado e de forma irregular. Os inibidores de etileno 1-metilciclopropeno (1-MCP) são utilizados com a finalidade de controlar o amadurecimento. O presente estudo tem como objetivo Avaliar a conservação pós-colheita de (Mangifera indica L.) cv Rosa tratada com diferentes doses de 1-metilciclopropeno (1-MCP) armazenada sob refrigeração e atmosfera modificada através de características físicas e químicas. O experimento será conduzido na Universidade Estadual Paulista "Mio de Mesquita Filho" - UNESP Campus de Botucatu. Armazenamento de manga Rosa em temperatura ambiente e refrigerada submetidas a diferentes doses de 1-MCP em um delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4x5 para este experimento serão realizadas as seguintes avaliações, massa do fruto, dimensões, perda de massa, firmeza da polpa, sólidos solúveis (SS), acidez titulável (AT), pH, vitamina C, cor, ácido ascórbico e peroxidase. E armazenamento de manga Rosa em temperatura ambiente e refrigerada sob atmosfera modificada submetidas à dose de 1-MCP, em delineamento inteiramente casualizado seguindo o esquema fatorial 2 x 5. As variáveis a serem analisadas: massa do fruto, dimensões, perda de massa, firmeza da polpa, sólidos solúveis (SS), acidez titulável (AT), pH, vitamina C, ácido ascórbico, atividade de pectinametilesterase (PME), análise de poliaminas e atividade da ascorbato peroxidase. (AU)