Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificacao de alvos proteicos com potencial diagnostico e prognostico em doenca arterial coronaria.

Resumo

Nos EUA 6 milhões de pacientes são atendidos por ano com dor torácica de início agudo, destes, apenas 17% têm síndrome coronária aguda (infarto agudo do miocárdio ou angina instável). No atendimento de dor torácica na emergência, devem-se distinguir duas situações: I. dor torácica causada por isquemia do miocárdio, na qual o início do tratamento deve ser imediato; II. dor torácica de origem não isquêmica, em geral, situações de menor risco imediato de vida. O único marcador de isquemia liberado para uso pelo FDA é a albumina modificada por isquemia (AMI), porém um dos limitantes do uso disseminado da AMI como teste diagnóstico de rotina é sua baixa especificidade, com elevação em diversas situações clínicas tais como: em pacientes com claudicação intermitente durante exercício físico, em pacientes com insuficiência renal, no acidente vascular cerebral e também após exercício aeróbio com alta carga. Desta forma torna-se essencial a identificação de novos marcadores protéicos de isquemia miocárdica que propiciem o desenvolvimento de testes diagnósticos mais específicos para esta situação clínica. Recentemente o aperfeiçoamento de técnicas mais sensíveis e reproduzíveis para o estudo de proteomas tem possibilitado o uso destas técnicas para a identificação de marcadores protéicos em uma série de diferentes cenários fisiológicos ou patológicos. O presente projeto tem como objetivo identificar marcadores séricos específicos para a isquemia miocárdica com potencial de uso diagnóstico aproveitando-se de uma situação clínica controlada onde as amostras séricas serão colhidas antes e após a isquemia cardíaca transitória que acompanha o procedimento de angioplastia coronária. Para a identificação de marcadores específicos buscaremos não apenas diferenças em expressão protéica como também modificações pós-translacionais, como, por exemplo, fosforilação de proteínas específicas. O presente projeto tem como objetivo identificar marcadores séricos específicos para a isquemia miocárdica com potencial uso diagnóstico. Especificamente temos os seguintes objetivos: I. Identificação de proteínas séricas expressas diferencialmente antes e após o procedimento de angioplastia coronária. II. Identificação de proteínas modificadas pós-transiacionalmente antes e após o procedimento de angioplastia. III. Caracterização e validação das proteínas identificadas em I e II. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)