Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da resposta ao uso de análogo do GLP-1 em função dos SNPs rs12255372 (G/T) e rs7903146 (C/T) do gene TCF7L2 em indivíduos com diabete melito tipo 2

Processo: 10/17943-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2011 - 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Rosa Ferreira dos Santos
Beneficiário:Rosa Ferreira dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Endocrinologia 

Resumo

O rastreamento de polimorfismos genéticos em diferentes populações,tem indicado o gene do fator de transcrição TCF7L2 (Transcription Factor 7-Like 2),como um dos mais frequentemente associados ao DM2. Observou-se que a presença de variantes polimórficas desse gene, levam à redução da secreção da insulina pela célula beta do pancreas. O efeito incretínico, apresentou-se prejudicado nos carreadores do alelo T dos SNPs rs7903146 e rs 12255372 do referido gene. Estes dados sugerem que nos indivíduos carreadores dessas variantes, a célula b responderia menos ao GLP-1. O tratamento do DM2 com exenatida, análogo do GLP-1, em indivíduos portadores e não portadores das variantes polimórficas dos SNPs rs7903146 (C/T) rs12255372 (G/T) tem como objetivo avaliar as diferenças na resposta. A indicação das incretinas no tratamento do DM2 objetiva promover controle glicêmico através de mecanismos fisiológicos, reduzindo risco de hipoglicemia e aumentando a possibilidade de melhor controle da glicemia pós prandial. Além disso, considera-se a chance de promover aumento de sobrevida da célula beta. Entretanto, alguns estudos tem demonstrado que, a presença das variantes polimórficas do gene TCF7L2 , determinam redução da secreção e da sensibilidade ao GLP-1, sugerindo que pacientes portadores destas variantes poderiam não ser bons responsores ao tratamento com o GLP-1 ou seus análogos. O Objetivo do presente estudo é avaliar a resposta ao tratamento com um agonista do GLP-1(Exenatida), em indivíduos com DM2, portadores das variantes polimorficas SNPs rs7903146 (C/T) e rs12255372 (G/T) do TCF7L2 avaliando a relevância deste polimorfismo no padrão de resposta à droga. Serão genotipados 300 pacientes diabéticos tipo 2 utilizando PCR Real Time qualitativo, destes será realizada a seleção de 30 indivíduos homozigóticos para o alelo de risco e 30 sem o alelo de risco para ambos SNPs. Os 2 grupos serão submetidos a tratamento com exenatide por 2 meses e avaliados pré e pós tratamento com relação ao padrão bioquímica e hormonal. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERREIRA, MARI CASSOL; ROSSI DA SILVA, MARIA ELIZABETH; FUKUI, ROSA TSUNESHIRO; ARRUDA-MARQUES, MARIA DO CARMO; AZHAR, SALMAN; DOS SANTOS, ROSA FERREIRA. Effect of TCF7L2 polymorphism on pancreatic hormones after exenatide in type 2 diabetes. DIABETOLOGY & METABOLIC SYNDROME, v. 11, JAN 25 2019. Citações Web of Science: 1.
FERREIRA, MARI CASSOL; ROSSI DA SILVA, MARIA ELIZABETH; FUKUI, ROSA TSUNESHIRO; ARRUDA-MARQUES, MARIA DO CARMO; DOS SANTOS, ROSA FERREIRA. TCF7L2 correlation in both insulin secretion and postprandial insulin sensitivity. DIABETOLOGY & METABOLIC SYNDROME, v. 10, APR 26 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.