Busca avançada
Ano de início
Entree

The need of a weight management control program in judo: a proposal based on the successful case of wrestling

Processo: 10/06440-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de agosto de 2010 - 31 de janeiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Antonio Herbert Lancha Junior
Beneficiário:Antonio Herbert Lancha Junior
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição esportiva 

Resumo

As competições de judô são divididas em categorias de peso. Entretanto, a maioria dos atletas reduzem o peso corporal poucos dias antes das competições buscando vantagem competitiva contra atletas mais leves e fracos. Para alcançcar tal perda, os atletas usam diversas estratégias nutricionais agressivas de tal forma que muitos deles se expõe a risco de prejuízo a saúde. Na luta olímpica, problema similar têm sido observado e três lutadores morreram em 1997 em função de regimes de perda rápida de peso. Após essas mortes, a "National Collegiate Athletic Association" implementou com sucesso um programa de controle das estratégias de perda de peso. Nenhum programa semelhante jamais foi discutido para o judô, apesar dos judocas apresentarem comportamento semelhante de controle de peso em relação aos lutadores de luta olímpica. Em função disso, a base para a criação de um programa de controle das estratégias de perda de peso é discutida neste trabalho, conforme segue: as competições devem começar, no máximo, 1 hora após o término das pesagens; a cada atleta deve ser permitido pesar-se apenas uma vez; métodos de perda rápida de peso e de reidratação artificial (ou seja, infundir salina) devem ser proibidos durante todo o período de xcompetição; os atletas devem ser aprovados em teste de hidratação para terem seus pesos validados; um peso mínimo individual (homens competindo com não menos do que 7% de gordura corporal e mulheres 12%) deve ser determinado no início da temporada; os atletas não devem ser permitidos lutar em categorias de peso que exijam reduções superiores a 1,5% do peso corporal por semana. Paralelamente, programas educacionais objetivando melhorar o conhecimento de atletas, técnicos e pais sobre os riscos da perda rápida de peso devem ser implementados. (AU)