Busca avançada
Ano de início
Entree

Paralelização de ajuste do histórico de produção em rede de gestações usando PVM

Processo: 95/03942-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Parceria para Inovação Tecnológica - PITE
Vigência: 01 de junho de 1996 - 31 de maio de 1999
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica - Fenômenos de Transportes
Pesquisador responsável:Denis José Schiozer
Beneficiário:Denis José Schiozer
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Mecânica (FEM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Empresa: Petróleo Brasileiro S/A (PETROBRAS)
Município: Campinas
Assunto(s):Fenômeno de transporte 

Resumo

Este projeto de pesquisa visou ao desenvolvimento de um sistema e à capacitação de profissionais na área de computação paralela em rede de estações de trabalho usando PVM e simuladores numéricos de reservatórios. Foi desenvolvido inicialmente em uma rede de estações de trabalho da Unicamp e utilizou o simulador Black-Oil da CMG, IMEX. O projeto foi dividido basicamente em quatro etapas. Nas três primeiras, o objetivo é desenvolver uma metodologia capaz de facilitar o trabalho do engenheiro em ajustes de histórico de produção de petróleo. No final da terceira etapa, o engenheiro deverá ter, em tempo real pouco maior do que o equivalente a uma rodada do simulador, um estudo de sensibilidade de um dos parâmetros escolhidos. Ao final dessas três fases, deve-se também ter um estudo destinado a escolher a melhor arquitetura para esse tipo de problema. A última fase está destinada à aplicação dos resultados obtidos nas fases anteriores, estendendo o projeto para um problema mais complexo, que pode ser a paralelização do ajuste semi-automático de históricos de produção ou de métodos de otimização para escolha de alternativas de produção. Essa definição dependerá dos resultados obtidos anteriormente. Com a tecnologia adquirida na área, deve-se também estender os resultados a outras arquiteturas de rede e a outros simuladores de reservatório. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Métodos refinados 
Métodos refinados