Busca avançada
Ano de início
Entree

Clinical performance of two fluorescence-based methods in detecting occlusal caries in primary teeth

Processo: 11/08829-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de setembro de 2011 - 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Mariana Minatel Braga
Beneficiário:Mariana Minatel Braga
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Diagnóstico bucal  Cárie dentária  Dente decíduo  Fluorescência  Publicações de divulgação científica  Artigo científico 

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar a performance de dois métodos de fluorescência - DIAGNOdent pen e Vistaproof - na detecção de lesões de cárie oclusais em dentes decíduos. Dois examinadores, previamente calibrados, avaliaram de forma independente 407 superfícies oclusais de molares decíduos (68 crianças) utilizando: inspeção visual (ICDAS), exame radiográfico (BW), DIAGNOdent pen (Ddpen) e o Vistaproof (FC). Um examinador repetiu os exames em 20% da amostra, numa outra ocasião. As análises foram realizadas de acordo com dois diferentes limiares de detecção: (i) lesões não cavitadas (NC) (superfícies hígidas versus lesões não cavitadas e lesões cavitadas) e (ii) lesões em dentina (D3) (superfícies hígidas e lesões não cavitadas versus lesões em dentina). Como critério de validação para a superfície oclusal, foi realizada a abertura da cavidade com ponta diamantada em alta-rotação. Para o limiar NC, o Ddpen (acurácia (ac); 95%IC: 0,698; 0,643 - 0,751) apresentou melhor performance que a FC (ac; 95%IC: 0,483; 0,401 - 0,538), mas para o limiar D3, os métodos apresentaram performance similar (ac; 95%IC - Ddpen: 0,914; 0,873 - 0,941/FC: 0,904; 0,863 - 0,931). A reprodutibilidade para o limiar D3 (Kappa 95%IC- Ddpen: 0,81; 0,73-0,89, FC:0,79; 0,71-0,88), foi maior que para as NC (Kappa 95%IC: Ddpen:0.76; 0.69-0.83, FC: 0.79; 0.72-0.85). Conclui-se que os métodos de fluorescência apresentam desempenho satisfatório e semelhante na detecção de lesões oclusais de cárie em dentes decíduos. (AU)