Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do contra-condicionamento ambiental com neuroléptico atípico ziprasidona sobre modelos animais de dependência à morfina e metanfetamina

Processo: 06/60171-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Primeiros Projetos
Vigência: 01 de maio de 2007 - 30 de abril de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Convênio/Acordo: CNPq - Programa Primeiros Projetos
Pesquisador responsável:Cibele Cristina Chinen
Beneficiário:Cibele Cristina Chinen
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Transtornos relacionados ao uso de substâncias  Dopamina  Metanfetamina  Morfina  Modelos animais 

Resumo

O condicionamento entre os efeitos farmacológicos (EF) de drogas de abuso e contextos ambientais nos quais tais efeitos são experienciados tem se mostrado crítico para o desenvolvimento e recaída da farmacodependência. Os EF de neurolépticos (NE) também estão sujeitos ao condicionamento ambiental (COND). Esse fato descortina a possibilidade de estratégias de contra-COND com NE no tratamento das farmacodependências. Não obstante, o tratamento repetido com NE típicos é capaz de promover um "up regulation" compensatório de dopaminoceptores, o qual poderia intensificar os efeitos reforçadores das drogas de abuso. Todavia, essa supersensibilidade dopaminérgica parece não ocorrer com NE atípicos como a ziprasidona. O objetivo deste projeto é a investigação da possível efetividade de estratégias de contra-COND com o NE atípico ziprasidona em modelos animais de farmacodependência (por morfina e a metanfetamina). Avaliações do número de dopaminoceptores (auto-radiografia) e quantificações dos níveis de dopamina e seus metabólitos no núcleo accumbens também serão realizadas. (AU)