Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo comparativo do processo de reparo utilizando osso autógeno e beta-tricálcio fosfato em levantamento de seio maxilar em humanos: análise tomográfica, histológica, histométrica e imunoistoquímica

Resumo

A reabsorção óssea e a pneumatização do seio maxilar após a perda de elementos dentários na região posterior da maxila, associado à baixa densidade óssea nessa região, oferece local inadequado para a instalação de implantes dentários. A correção de defeitos ósseos consiste na restauração das estruturas perdidas, podendo ser substituídos por implantes aloplásticos ou enxertia de ossos. O osso autógeno é considerado o "padrão ouro" nos enxertos ósseos devido as suas propriedades osteogênicas, osteocondutivas e osteoindutivas. Porém, apresenta como desvantagens a morbidade no sítio doador, possibilidade de lesões vásculo-nervosas, imprevisibilidade na reabsorção e aumento do tempo cirúrgico. Em vista disso, grande parte das pesquisas busca desenvolver materiais, aloplásticos ou não, capazes de substituir osso em reconstruções, suplantando as limitações dos enxertos autógenos. O Beta-Tricálcio Fosfato (ChronOs® - Synthes - Rio Claro/SP) é um substituto ósseo sintético, biocompatível, osteocondutor, disponível em forma de grânulos que pode ser utilizado em levantamentos do assoalho do seio maxilar. Este estudo visa comparar o processo de reparo utilizando osso autógeno, osso autógeno associado ao beta-tricálcio fosfato e o beta-tricálcio fosfato isoladamente em levantamento de seio maxilar em humanos por meio de análise tomográfica, histométrica, histológica e imunoistoquímica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BONARDI, JOAO PAULO; PEREIRA, RODRIGO DOS SANTOS; JORGE BOOS LIMA, FERNANDA BRASIL DAURA; FAVERANI, LEONARDO PEREZ; GRIZA, GERALDO LUIZ; OKAMOTO, ROBERTA; HOCHULI-VIEIRA, EDUARDO. Prospective and Randomized Evaluation of ChronOS and Bio-Oss in Human Maxillary Sinuses: Histomorphometric and Immunohistochemical Assignment for Runx2, Vascular Endothelial Growth Factor, and Osteocalcin. JOURNAL OF ORAL AND MAXILLOFACIAL SURGERY, v. 76, n. 2, p. 325-335, FEB 2018. Citações Web of Science: 2.
PEREIRA, RODRIGO DOS SANTOS; JORGE DAURA BOOS, FERNANDA BRASIL; GORLA, LUIS FERNADO; GARCIA, JR., IDELMO RANGEL; OKAMOTO, ROBERTA; HOCHULI-VIEIRA, EDUARDO. Maxillary Sinus Elevation Surgery with ChronOS and Autogenous Bone Graft: Immunohistochemical Assessment of RUNX2, VEGF, TRAP, and Osteocalcin. INTERNATIONAL JOURNAL OF PERIODONTICS & RESTORATIVE DENTISTRY, v. 37, n. 6, p. E321-E327, NOV-DEC 2017. Citações Web of Science: 1.
PEREIRA, R. S.; GORLA, L. F.; BOOS, F. B. J. D.; OKAMOTO, R.; GARCIA JUNIOR, I. R.; HOCHULI-VIEIRA, E. Use of autogenous bone and beta-tricalcium phosphate in maxillary sinus lifting: histomorphometric study and immunohi'stochemical assessment of RUNX2 and VEGF. International Journal of Oral and Maxillofacial Surgery, v. 46, n. 4, p. 503-510, APR 2017. Citações Web of Science: 8.
PEREIRA, RODRIGO DOS SANTOS; JORGE DAURA BOOS, FERNANDA BRASIL; DO GORLA, LUIS FERNA; GARCIA, JR., DELMO RANGE; OKAMOTO, ROBERTA; HOCHULI-VIEIRA, EDUARDO. Maxillary Sinus Elevation Surgery with ChronOS and Autogenous Bone Graft: Analysis of Histometric and Volumetric Changes. INTERNATIONAL JOURNAL OF PERIODONTICS & RESTORATIVE DENTISTRY, v. 36, n. 6, p. 885-892, NOV-DEC 2016. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.