Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo in vitro de infecção das membranas corioamnióticas com espécies bacterianas isoladas do trato genital inferior e modulação da resposta imune inata na interface materno-fetal

Processo: 12/17234-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2013 - 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Márcia Guimarães da Silva
Beneficiário:Márcia Guimarães da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados:Vera Lúcia Mores Rall
Assunto(s):Trabalho de parto prematuro  Sistema imune  Imunidade inata  Líquido amniótico  Infecções bacterianas 

Resumo

O trabalho de parto pré-termo (TPP) é uma importante intercorrência obstétrica, com etiologia multifatorial, em que a infecção da cavidade amniótica, geralmente advinda do trato genital inferior, é um importante fator associado à sua fisiopatologia por ativar precocemente a cascata inflamatória na interface materno-fetal. As membranas corioamnióticas são barreiras mecânicas contra a ascensão de micro-organismos, possuem papel fundamental no sistema imune e os estudos da modulação da resposta imune inata nesses tecidos gestacionais têm mostrado importante relevância para o entendimento dos mecanismos envolvidos no desencadeamento do trabalho de parto e do parto pré-termo. Objetivo: Determinar as relações entre o status microbiológico e a modulação da resposta imune inata na interface materno-fetal em modelos in vitro de infecção das membranas corioamnióticas com espécies bacterianas isoladas do trato genital inferior de gestantes em TPP. Material e Métodos: Trata-se de estudo prospectivo a ser realizado no período de dezembro de 2012 a novembro de 2014. A primeira etapa do presente estudo será o isolamento de espécies bacterianas presentes na microbiota vaginal de 40 mulheres em TPP em diferentes idades gestacionais, sendo 20 com idade gestacional inferior a 34 semanas e 20 com mais de 34 semanas de gestação. Serão coletadas amostras do conteúdo vaginal em 5 swabs estéreis, separadamente, assim como amostra do conteúdo cérvico-vaginal, no primeiro momento da consulta obstétrica, anteriormente a qualquer procedimento ginecológico. Quatro swabs serão acondicionados em meio de transporte de Amies, Tioglicolato, Brain Heart Infusion (BHI) e Toddy-Hewitt para posterior semeadura, utilizando-se meios de cultura específicos, para isolamento de bactérias aeróbias e anaeróbias, sob condições atmosféricas apropriadas. O quinto swab será utilizado na identificação do microbioma vaginal humano, com objetivo de detectar as bactérias não cultiváveis no conteúdo vaginal através da técnica de pirosequenciamento, complementando a descrição dos micro-organismos isolados por cultura. O lavado cérvico-vaginal será avaliado quanto à presença de mediadores inflamatórios. As capacidades de adesão e invasão das espécies bacterianas mais frequentes serão avaliadas por ensaios in vitro apropriados. Os micro-organismos isolados, bem como linhagens padrão das espécies identificadas pela pirosequencimanto, serão utilizados para estimular as membranas corioamnióticas nos ensaios in vitro. Para esta etapa do estudo, biópsias de 6mm de membranas corioamnióticas de gestantes normais, submetidas à cesárea eletiva de termo, serão colocadas em placas de cultura estéreis em condições de temperatura e atmosfera apropriadas. As suspensões bacterianas inativadas por aquecimento das principais bactérias isoladas e identificadas na etapa inicial do estudo, e daquelas com maior capacidade de adesão e invasão, serão adicionados às culturas de membranas corioamnióticas em diferentes concentrações, de acordo com as encontradas no conteúdo vaginal de gestantes em TPP. Os sobrenadantes resultantes das culturas serão avaliados na detecção proteica de Interleucina (IL) -1b, IL-6, IL-8, Fator de Necrose Tumoral (TNF-a), Prostaglandina E2, ² defensinas e Pentraxina 3 empregando-se a técnica de ELISA. Amostras das membranas corioamnióticas colocadas em cultura serão submetidas à extração proteica e avaliadas quanto à presença de Toll like receptor-2 e Toll like receptor-4, empregando-se a técnica de Western Blot. Outras amostras das membranas corioamnióticas serão submetidas à extração de RNA total e posterior avaliação gênica dos mediadores de interesse por PCR em tempo real. O perfil dos mediadores será comparado com o encontrado no lavado cérvico-vaginal. A análise estatística será realizada de acordo com os pressupostos determinados pelos resultados e o nível de significância adotado será de 5%. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NODA-NICOLAU, NATHALIA MAYUMI; POLETTINI, JOSSIMARA; DA SILVA, MARCIA GUIMARAES; PELTIER, MORGAN R.; MENON, RAMKUMAR. Polybacterial stimulation suggests discrete IL-6/IL-6R signaling in human fetal membranes: Potential implications on IL-6 bioactivity. JOURNAL OF REPRODUCTIVE IMMUNOLOGY, v. 126, p. 60-68, APR 2018. Citações Web of Science: 1.
MARTIN, LAURA FERNANDES; MOCO, NATALIA PREARO; DE LIMA, MOISES DIOGO; POLETTINI, JOSSIMARA; MIOT, HELIO AMANTE; CORREA, CAMILA RENATA; MENON, RAMKUMAR; DA SILVA, MARCIA GUIMARAES. Histologic chorioamnionitis does not modulate the oxidative stress and antioxidant status in pregnancies complicated by spontaneous preterm delivery. BMC PREGNANCY AND CHILDBIRTH, v. 17, NOV 13 2017. Citações Web of Science: 1.
NODA-NICOLAU, NATHALIA MAYUMI; POLETTINI, JOSSIMARA; PELTIER, MORGAN R.; DA SILVA, MARCIA GUIMARAES; MENON, RAMKUMAR. Combinations and loads of bacteria affect the cytokine production by fetal membranes: An in vitro study. American Journal of Reproductive Immunology, v. 76, n. 6, p. 504-511, DEC 2016. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.