Busca avançada
Ano de início
Entree

Phylogenetic analysis and DNA-based species confirmation in Anopheles (Nyssorhynchus)

Processo: 12/23807-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de março de 2013 - 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Maria Anice Mureb Sallum
Beneficiário:Maria Anice Mureb Sallum
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Filogenia  Evolução animal 

Resumo

Fêmeas de espécies neotropicais de Anopheles (Nyssorhynchus) foram coletadas e identificadas morfologicamente. Foram amplificados fragmentos de três genes, empregados para as análises filogenéticas - genes White e CAD, ambos nucleares de cópia única e a região de código de barras do gene mitocondrial COI. Como tínhamos amostras múltiplas para a maioria das espécies, pudemos testar o quão bem os genes individuais ou combinados foram capazes de corroborar as identificações morfológicas das espécies. Isso foi possível pelo agrupamento das espécies em grupos exclusivos. Assim, observou-se que genes individuais, incluindo a região de código de barras COI, eram insuficientes para confirmar as identificações específicas, mas que os três genes combinados foram capazes de fazer isso muito melhor. Isto tem implicações para a identificação das espécies, a delimitação de espécies, e descoberta de espécies, e demonstram que um gene sozinho pode não conter informações suficientes. Os agrupamentos em níveis superiores foram parcialmente resolvidos com alguns clados com suporte estatístico elevado, enquanto outros se apresentaram como grupos polifiléticos ou parafiléticos. Havia exemplos de grupos conhecidos, tais como a secção Myzorhynchella, que foram mal suportados com um único gene, mas bem apoiados quando os dados genéticos foram concatenados. A partir disso, pode-se inferir que mais dados de sequências serão necessários para determinar o monofiletismo e as relações evolutivas entre grupos hierarquicamente superiores. O suporte estatístico para alguns clados foi elevado, variando de 0,94 a 1,0 probabilidade Bayesian posterior. A probabilidade posterior do clado formado por An. dunhami, An. nuneztovari e An. goeldii em todas as análises foi elevada, e devido a isso e por causa das semelhanças morfológicas propomos que An. dunhami seja incluída no Complexo An. nuneztovari. Obtivemos corroboração filogenética para novas espécies que haviam sido reconhecidas por diferenças morfológicas. Elas terão de ser formalmente descritas. (AU)