Busca avançada
Ano de início
Entree

Identification of target genes regulated by the transcriptions factor shine in monocot plants using chilp-seq

Processo: 13/50315-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2013 - 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Convênio/Acordo: Ohio State University
Pesquisador responsável:Paulo Mazzafera
Beneficiário:Paulo Mazzafera
Pesq. responsável no exterior: Erich Grotewold
Instituição no exterior: Ohio State University, Columbus, Estados Unidos
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/58035-6 - Control of lignin biosynthesis in sugar cane: many gaps still to be filled, AP.BIOEN.TEM
Assunto(s):Plantas geneticamente modificadas  Lignina  Fatores de transcrição  Parede celular vegetal  Reparo gênico alvo-dirigido 

Resumo

Um dos principais gargalos para a utilização da biomassa vegetal para a produção de etanol é a lignina. Plantas transgênicas com menos lignina ou composição alterada lignina são uma alternativa para resolver o problema imposto por lignina e entre os vários genes para manipular lignina em plantas, fatores de transcrição (TF) que controlam os genes da biossíntese da lenhina são alvos primários. Entre os vários FT estudados, AtSHN2 tem sido caracterizado em Arabidopsis e arroz como um regulador mestre da biossíntese da parede celular secundária, uma vez que ao mesmo tempo inibe a expressão de genes relacionados com a biossíntese de lignina, induz genes da biossíntese de celulose. Nada se sabe sobre esta classe de TF e seu papel na regulação da biossíntese de lignina em monocotiledôneas, como cana de açúcar, sorgo e milho. Entre as abordagens utilizadas para investigar TFs em plantas CHIP-seq tem sido a técnica mais apropriada. Esta proposta tem como objetivo estudar genes SHN (SHINE) encontrados pelos nossos grupos em milho, cana de açúcar e sorgo, utilizando a tecnologia deCHIP-seq, com o objetivo de identificar quais genes na biossíntese de monolignóis estão sob controle SHN. Os resultados serão comparados com outros anteriormente obtidos em arroz, com o objetivo de desvendar o papel deste TF na construção da parede celular em monocots, com o objetivo de encontrar possíveis genes alvos para manipular a biossíntese de lignina e celulose milho, sorgo e cana de açúcar. (AU)