Busca avançada
Ano de início
Entree

Leaf-, panel- and latex-expressed sequenced tags from the rubber tree (Hevea brasiliensis) under cold-stressed and suboptimal growing conditions: the development of gene-targeted functional markers for stress response

Processo: 14/08745-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de junho de 2014 - 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Anete Pereira de Souza
Beneficiário:Anete Pereira de Souza
Instituição-sede: Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética (CBMEG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Melhoramento genético vegetal  Estresse em plantas  Polimorfismo de um único nucleotídeo  Expressão gênica  DNA complementar  Marcador molecular  Hevea brasiliensis  Publicações de divulgação científica  Artigo científico 

Resumo

Hevea brasiliensis é uma espécie nativa da Bacia Amazônica da América do Sul e a principal fonte de borracha natural no mundo. Devido à ocorrência do mal-das-folhas nesta área da na América do Sul, as plantações de borracha foram estendidas para as regiões críticas à espécie. O melhoramento da seringueira é demorado e caro , mas os marcadores moleculares podem servir como uma ferramenta para a avaliação inicial, reduzindo assim o tempo e os custos do melhoramento genético. Neste trabalho , construímos seis bibliotecas de cDNA diferentes, com o objetivo de desenvolver marcadores moleculares alvo de genes para a seringueira. Um total de 8.263 sequencias foram montadas, gerando 5.025 unigenes que foram analisados; 912 etiquetas de sequências expressas (ESTs) apresentaram novos genes, e duas sequências foram altamente up- regulada por estresse causado pelo frio. Estes unigenes foram analisados quanto à presença de regiões com microssatélites (SSR) e polimorfismos de nucleotídeo único (SNPs). No total, 169 novos marcadores EST- SR foram desenvolvidos; 138 locos foram polimórficos em seringueira, e 98 % apresentaram transferência para seis outras espécies de Hevea. Um locus duplicação foi observada em H. brasiliensis e também em outras espécies. Além disso, identificaram-de 43 marcadores SNP em 13 sequências que mostram semelhança com proteínas envolvidas na resposta ao estresse,à biossíntese de látex e foram caracterizados processos de desenvolvimento da planta. Concluiu-se que as bibliotecas de cDNA são uma rica fonte de marcadores SSR e SNP e podem possibilitar a identificação de novos transcritos . Os novos marcadores desenvolvidos aqui serão um recurso valioso para o mapeamento de ligação , a identificação de QTLs e outros estudos em seringueira: eles também podem ser usados para avaliar a variabilidade genética de outras espécies de Hevea, que são valiosas fontes de variabilidade para a seringueira (AU)