Busca avançada
Ano de início
Entree

Ciberarqueologia: realidade virtual e eScience ao encontro da arqueologia

Processo: 14/08418-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa eScience e Data Science - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2015 - 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Sistemas de Computação
Pesquisador responsável:Marcelo Knorich Zuffo
Beneficiário:Marcelo Knorich Zuffo
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesq. associados: Fernando Teubl Ferreira ; Maria Isabel D'Agostino Fleming ; Regis Kopper ; Roseli de Deus Lopes
Assunto(s):Mineração de dados  Bases de dados  Realidade virtual  Ambiente colaborativo  Arqueologia  Arqueometria  Visualização de dados  e-Science 

Resumo

Ambientes virtuais imersivos impulsionam desenvolvimentos científicos e tecnológicos na representação de dados, interação, processamento analítico e geração de relatórios e visualizações apoiados por ambientes de rede de computação intensiva e altamente distribuída. Este projeto de pesquisa visa a consolidação de um ambiente interativo totalmente imersivo juntamente com ferramentas de análise/edição visual para explorar mundos arqueológicos virtuais. Os dados para a criação deles, serão colhidos com técnicas avançadas de arqueometria digital e armazenados em bancos de dados distribuídos. Ferramentas de aquisição digitais modernas, tais como scanners a laser e modelagem baseada em imagem, podem gerar enormes quantidades de dados 3D em tempo real, sendo geradas tanto pela aquisição temporal como espacial. Apesar da adoção de procedimentos rigorosos, a escavação arqueológica é um processo destrutivo e uma vez escavado, o local físico não está mais disponível em sua configuração original. Sob essa perspectiva, as questões científicas fundamentais que surgem no domínio arqueológico são: como (re)pensar o passado material? Como podemos gravar e transmitir informações arqueológicas para as gerações futuras? Pode este processo ser considerado como uma viagem no tempo, ou uma reconstrução ou uma simulação? Os objetivos do projeto são: 1) melhorar as técnicas de varredura digital para escavações arqueológicas e artefatos explorando métodos de armazenamento baseados em nuvem para grandes dados 3D; 2) criar ferramentas analíticas interativas para aquisição de dados adequada a quantidades massivas de dados 3D (3D Big Data) e construir mundos 3D realistas. 3) criar estudos de caso de escavação virtual com base em dados colhidos em sítios arqueológicos no Estado de São Paulo , Brasil, e no Sítio Neolítico de Çatalhöyük, na Turquia (do qual a Universidade de Duke possui todos os conjuntos de dados em 3D já adquiridos); 4) explorar de forma colaborativa estes sítios arqueológicos virtuais em ambientes totalmente imersivos , como o DiVE na Duke e a Caverna Digital da USP, 5) promover o Segundo Workshop Internacional USP- Duke em ciber-arqueologia para divulgar os resultados do projeto e incentivar a discussão na comunidade científica neste tema. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
FAPESP lança novo edital para apoio a pesquisa multidisciplinar em eScience 
Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio:
O passado revelado pela ciberarqueologia 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.