Busca avançada
Ano de início
Entree

Possíveis mecanismos associando a doença renal crônica com a doença cardiovascular

Resumo

A prevenção primária da doença cardiovascular constitui uma opção de grande relevância pelos seus impactos na saúde. Paralelamente, a doença renal crônica é decorrente da perda de capacidade excretória pelos rins, geralmente lenta e progressiva, e atualmente também constitui um grande problema de saúde pública. Vários fatores de risco têm sido descritos na literatura que levam tanto ao desenvolvimento da doença cardiovascular quanto à progressão da doença renal crônica. Além disso, em pacientes com doença renal crônica, ocorre maior probabilidade de infarto agudo do miocárdio, acidente vascular encefálico e mortalidade quando se compara à população em geral. Alguns biomarcadores têm sido considerados úteis na avaliação da doença cardiovascular, dentre eles micropartículas e o receptor da quimiocina de monócitos/macrófagos CCR2. Micropartículas são estruturas liberadas pela membrana de diferentes tipos celulares após ativação ou apoptose. O recrutamento de monócitos inflamatórios durante uma infecção requer a estimulação do receptor CCR2, para promover a migração de monócitos a partir da medula óssea para o sítio inflamatório. O objetivo principal deste trabalho é avaliar micropartículas e CCR2 na doença renal crônica. Pacientes portadores de doença cardiovascular serão estratificados nos estágios de 1 a 4 da doença renal, com base no clearance de creatinina, e serão avaliados os biomarcadores micropartículas e CCR2 por citometria de fluxo e PCR em tempo real, respectivamente. Os aspectos a serem avaliados neste estudo são originais e contemplam aspectos ainda pouco estudados na literatura mundial. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FONSECA, FRANCISCO; BALLERINI, ANA PAULA; IZAR, MARIA CRISTINA; KATO, JULIANA; FERREIRA, CARLOS EDUARDO; FONZAR, WALERIA; DO AMARAL, JONATAS; REZENDE, PAULA; MACHADO-SANTELLI, GLAUCIA; FRANCA, CAROLINA. Advanced chronic kidney disease is associated with higher serum concentration of monocyte microparticles. Life Sciences, v. 260, . (13/25779-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.