Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU concedido no processo 13/08769-1: sistema de imagem para medidas ópticas do estado redox e do potencial de membrana

Processo: 14/14574-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de junho de 2015 - 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Angelo Rafael Carpinelli
Beneficiário:Angelo Rafael Carpinelli
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/08769-1 - Papel da NAD(P)H oxidase nos mecanismos moleculares da fisiologia e patologia das células secretoras de insulina, AP.TEM
Assunto(s):Fisiologia endócrina  Secreção de insulina  Células secretoras de insulina  Estresse oxidativo  NADPH oxidase 
As informações de acesso ao Equipamento Multiusuário são de responsabilidade do Pesquisador responsável
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Tipo de equipamento:Caracterização de Materiais - Microscopia ótica - Fluorescência
Fabricante: Fabricante não informado
Modelo: Modelo não informado

Resumo

O sistema de imagem para medidas ópticas do estado redox e do potencial de membrana é um equipamento necessário para a execução dos experimentos propostos no projeto temático No. 2013/08769-1. Esse sistema constitui-se em um microscópio invertido com um sistema de lasers, espelhos dicroicos, filtros de emissão e uma câmera de alta eficiência quântica e velocidade de captura, acoplados a um angulador do feixe de laser e a um amplificador de patch-clamp para correlacionar as medidas de fluorescência com registros eletrofisiológicos. O angulador do feixe de laser permite a incidência do mesmo em um ângulo limite que restringe a excitação eletromagnética a poucos nanômetros do citoplasma em relação à membrana plasmática de células aderidas à lamínula de vidro, região denominada de campo evanescente. Isso permite a visualização, em tempo real, de estruturas fluorescentes adjacentes à membrana plasmática, como grânulos secretórios contendo proteínas fluorescentes, permitindo, portanto, a avaliação precisa de fenômenos de exocitose. Ademais, o mesmo sistema de imagens pode ser utilizado em campo aberto, o que também será empregado para a avaliação, por sondas proteicas fluorescentes, do estado redox e do potencial de membrana de células de ilhotas pancreáticas. Esse mesmo sistema será disponibilizado para uso de toda a comunidade científica que se interessar em usá-lo através de um treinamento prévio e supervisão pela equipe técnica responsável, estando o agendamento de uso e treinamento disponíveis no site do CEFAP-ICB/USP. (AU)