Busca avançada
Ano de início
Entree

Estimates of genetic parameters and genetic trends for reproductive traits and weaning weight in Tabapuã cattle

Processo: 15/20905-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de novembro de 2015 - 30 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Pesquisador responsável:Danísio Prado Munari
Beneficiário:Danísio Prado Munari
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Herdabilidade  Correlação genética 

Resumo

Os animais da raça Tabapuã possuem características desejáveis para condições tropicais como rusticidade e adaptabilidade. No entanto, é uma raça de formação recente e existem poucos estudos a respeito de parâmetros genéticos e tendências genéticas para características reprodutivas. O objetivo deste estudo foi estimar parâmetros genéticos, tendências genéticas e eficiência relativa de seleção para peso ao desmame ajustado para 210 dias de idade (P210), idade ao primeiro parto (IPP), intervalo de partos médio (IPM), primeiro intervalo de partos (IP1) e produtividade acumulada (PAC) em bovinos de corte da raça Tabapuã. Dados de pedigree de 15.241 animais da raça Tabapuã, nascidos entre 1958 a 2011, e registros fenotípicos de 7.340 vacas, nascidas entre 1970 a 2011, foram cedidos pela Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores (ANCP). Análises pelo método dos quadrados mínimos auxiliaram na definição dos efeitos fixos que foram considerados nos modelos. As estimativas dos parâmetros genéticos foram obtidas pelo método de máxima verossimilhança restrita, utilizando modelo animal multicaracterística. Para P210, o teste de razão de verossimilhança foi utilizado para avaliar a inclusão de efeitos aleatórios no modelo e verificou-se que os efeitos aleatórios genético aditivo materno e de ambiente permanente foram significativos (P<0,05), além do efeito genético aditivo direto, aleatório residual e efeitos fixos. Para IPP, IPM, IP1 e PAC consideraram-se apenas os efeitos fixos, efeito aleatório genético aditivo direto e residual. As tendências genéticas foram calculadas por regressão linear dos valores genéticos preditos dos animais em função do ano de nascimento. As estimativas de herdabilidade obtidas variaram de 0,04±0,03 para IP1 a 0,25±0,05 para P210. As correlações genéticas variaram de 0,004±0,19 entre P210-IPP e 0,93±0,12 entre IPM-IP1. A tendência genética foi significativa (P<0,05) e favorável para o efeito genético materno de P210 e significativa (P<0,05) e favorável para IP1, e foi significativa (P<0,05) e desfavorável para IPP, IPM e PAC. As estimativas de herdabilidade e correlações genéticas demonstraram a importância da inclusão de P210, IPP e PAC na seleção em programas de melhoramento genético, sendo as duas últimas favoráveis ao desempenho de intervalo de partos. As tendências genéticas indicaram ganhos genéticos pequenos e desfavoráveis para IPP, IPM e PAC mediante à recente implementação do programa de melhoramento genético da raça. (AU)