Busca avançada
Ano de início
Entree

Comportamento e biomarcadores musculares de ratos submetidos à síndrome do sobretreinamento (overtraining)

Processo: 15/26738-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2016 - 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Guilherme de Camargo Ferraz
Beneficiário:Guilherme de Camargo Ferraz
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Pesq. associados:Eliana Gertrudes de Macedo Lemos
Assunto(s):Creatina quinase  Lactatos  Overtraining  Fisiologia do esforço 

Resumo

A síndrome do sobretreinamento (SS) reduz o desempenho de atletas das espécies humana e equina, sendo causada por um desequilíbrio entre as sessões de treino e os períodos de recuperação. Algumas pesquisas utilizaram roedores para o estudo da SS, sendo que esta síndrome pode estar associada com alterações comportamentais, neuroendócrinas e metabólicas. A despeito da prevalência alta em atletas, existem poucos testes clínicos e laboratoriais disponíveis para a prevenção e diagnóstico da SS. Neste projeto utilizaremos ratos Wistar, num modelo experimental de indução da SS em esteira, para estudar (1) o comportamento e (2) biomarcadores musculares. Serão utilizados 100 ratos machos jovens, pesando entre 150 e 250g, distribuídos nos grupos controle (CT), treinados (TR), alto desempenho (AD) e baixo desempenho (BD). A duração do protocolo de indução da SS será de 11 semanas distribuída em 5 fases. As fases 1 e 2 serão constituídas de uma única sessão de exercício diária. Já nas fases subsequentes serão realizadas um aumento no volume de treinamento com redução do tempo de recuperação. Serão realizados testes de desempenho antes do início do treino e após a 4ª, 8ª, 9ª, 10ª e 11ª semanas. Dois testes de desempenho adicionais serão realizados nas semanas de recuperação. Os ratos serão submetidos aos testes comportamentais de campo aberto e labirinto em cruz elevado. Quantificações plasmáticas de corticosterona e lactato serão realizadas. Também serão quantificados biomarcadores musculares e cardíacos como mioglobina, creatina quinase (CK), aspartato aminotransferase (AST), CK-MB e a expressão dos das isoformas MCT4 e MCT1. Para todas as comparações possíveis será utilizada análise de variância (ANOVA) e o teste t de "Student" pareado e não pareado quando necessário. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RESTAN, ALEJANDRO Z.; CAMACHO, APARECIDO A.; CERQUEIRA, JULIANA A.; ZACCHE, EVANDRO; KIRNEW, MURILLO D.; LOUREIRO, BRUNA A.; SILVA, SAMARA B.; MORANZA, HENRIETTE G.; FERRAZ, GUILHERME C. Effect of a lactate-guided conditioning program on heart rate variability obtained using 24-Holter electrocardiography in Beagle dogs. PLoS One, v. 15, n. 6 JUN 1 2020. Citações Web of Science: 0.
ESTEVES TRINDADE, PEDRO HENRIQUE; HARTMANN, ELKE; KEELING, LINDA J.; ANDERSEN, PIA HAUBRO; FERRAZ, GUILHERME DE CAMARGO; RODRIGUES PARANHOS DA COSTA, MATEUS JOSE. Effect of work on body language of ranch horses in Brazil. PLoS One, v. 15, n. 1 JAN 28 2020. Citações Web of Science: 0.
CARVALHO, JULIA R. G.; CONDE, GABRIEL; ANTONIOLI, MARINA L.; DIAS, PAULA P.; VASCONCELOS, ROSEMERI O.; TABOGA, SEBASTIAO R.; CANOLA, PAULO A.; CHINELATTO, MARCELO A.; PEREIRA, GENER T.; FERRAZ, GUILHERME C. Biocompatibility and biodegradation of poly(lactic acid) (PLA) and an immiscible PLA/poly(epsilon-caprolactone) (PCL) blend compatibilized by poly(epsilon-caprolactone-b-tetrahydrofuran) implanted in horses. POLYMER JOURNAL, v. 52, n. 6 JAN 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.